Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial

Foto: Reprodução.

Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em maio podem sacar, a partir de hoje (6) a primeira parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro havia sido depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 15 de abril.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro podia ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras
Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Lei que cria o Dia Nacional do Sanfoneiro é sancionada

Recife - Cícero da Sanfona, 75 anos, conhecido por tocar a sanfona apoiado no topo da cabeça. (Sumaia Villela/Agência Brasil)

A lei está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira

Diário Oficial da União publica, nesta terça-feira (20), a Lei nº 14.140, de 19 de abril de 2021, que institui o Dia Nacional do Sanfoneiro, a ser comemorado anualmente, em todo território nacional, na data de nascimento do músico Severino Dias de Oliveira, conhecido como Sivuca, que morreu aos 76 anos, no dia 14 de dezembro de 2006.

Severino Dias de Oliveira nasceu em Itabaiana, na Paraíba e levou a cultura nordestina para o mundo. Como compositor, arranjador, instrumentista, o mestre da sanfona participou de mais de 200 discos de gêneros musicais diferentes como bossa nova, forró, choro, baião, maracatu, frevo, entre outros.

A socióloga Flávia Barreto, filha de Sivuca, escreveu um livro biográfico do pai, Magnífico Sivuca: maestro da sanfona, no qual detalha a infância, a carreira do músico no Brasil e no exterior, as parcerias musicais.

“Sivuca é música, sempre foi música, em casa, fora de casa. Sivuca estava sempre tocando, ouvindo. Ele sempre foi música, desde criança”, disse Flavia em entrevista para a Rádio Nacional de Brasília.

Edição: Aécio Amado

Agência Brasil – 

Produtor rural de cidade de MS morre após veículo passar por cima de rotatória e capotar

Condutor perdeu o controle do veículo, que acabou derrubando um poste de energia elétrica

Condutor perdeu o controle do veículo, que acabou derrubando um poste de energia elétrica – Sidnei Lemos

Kazuo kodama, de 64 anos, morreu no início da madrugada desta segunda-feira (19), na MS-156 rodovia que liga Dourados a Itaporã. A vítima perdeu o controle de um veículo, passou por cima de uma rotatória, bateu num poste de energia e capotou.

O acidente aconteceu por volta da 01h45, quando o produtor rural, que é morador no sítio Progresso, município de Itaporã, conduzia uma picape Fiat Strada, cor cinza no sentido Dourados/Itaporã.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, porém ao chegar no local do acidente vítima já estava morta. Equipes da Polícia Civil, Polícia Militar Rodoviária e Perícia Técnica estiveram no local.

Midiamax

Antes tarde do que nunca: bicicleta é recuperada 14 anos após ser roubada em cidade de MS

Adolescente de 16 anos estava utilizando a bicicleta no momento da abordagem.

Adolescente de 16 anos estava utilizando a bicicleta no momento da abordagem. – (Foto: Divulgação/GCM)

Muitas pessoas já tiveram objetos roubados e furtados, sejam celulares, eletrodomésticos ou até mesmo bicicletas. Em alguns casos os objetos não são recuperados e as vítimas acabam comprando outros e seguindo suas vidas normalmente.

O que poucos esperam é que o produto furtado seja encontrado quase 15 anos após o crime. Pois foi o que ocorreu em Dourados, nesta sexta-feira (16), durante uma abordagem da GCM (Guarda Civil Metropolitana).

De acordo com a GCM, uma equipe realizava rondas quando avistou um grupo de jovens aglomerados, descumprindo uma das medidas restritivas impostas para reduzir o avanço da pandemia.

O grupo foi abordado e durante checagem ao sistema os guardas descobriram que um adolescente, 16 anos, utilizava uma bicicleta roubado em 2007. A bicicleta tinha a cor alumínio há 14 anos, quando foi roubada, mas no momento da abordagem estava pintada de outra cor.

O adolescente, que se apresentou como proprietário da bicicleta, disse aos agentes não saber sobre o roubo. Ele explicou que um amigo teria deixado a bicicleta em sua casa, mas não revelou a data em que isso ocorreu. Vale lembrar que o adoslecente que se apresentou como dono da bicicleta durante a abordagem tinha 2 anos de idade quando o crime ocorreu.

De acordo com a GCM, é comum o crime de roubo e furtos de bicicletas, e mais de 100 já foram recuperadas por equipes da Guarda em Dourados. Não foi informado se o proprietário ou proprietária da bicicleta foi encontrado.

Midiamax

Auxílio emergencial: confira como contestar o benefício negado no prazo de 10 dias

None

Foto: Reprodução/ Agência Brasil

Na última sexta-feira (2), foi liberada a consulta de beneficiários do auxílio emergencial 2021. Assim, os que tiveram o auxílio negado possuem 10 dias de prazo para contestar o recebimento pelo Ministério da Cidadania.

Então, até 12 de abril as pessoas podem pedir revisão do benefício. Para saber se você precisa entrar com o processo é necessário primeiro consultar o auxílio.

Basta acessar o portal do Ministério para consulta e preencher os dados pessoais como CPF (Cadastro de Pessoa Física), nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Assim, aparecerá o resultado do auxílio emergencial de 2021.

Caso a situação do beneficiário esteja como ‘inelegível’, aparecerá um botão de ‘contestar’ para ele. Então, basta clicar nele para pedir a revisão do auxílio. No entanto, é preciso lembrar que o sistema considera apenas critérios passíveis de contestação. Como, por exemplo, os que podem ter atualização na base de dados do Dataprev.

Pelo portal, o cidadão também pode fazer a consulta do benefício e visualizar outras informações como: resultado das análises, data de recebimento e envio dos pedidos entre os sistemas Dataprev e Caixa, motivação da negativa do benefício, situação da segunda solicitação e contestação do pedido negado.

Contudo, o beneficiário deve ficar atento, pois, mesmo sendo aprovado para receber a primeira parcela, o governo federal seguirá fazendo a checagem mensal de todos os cadastros aprovados antes de realizar um novo pagamento, para garantir que o dinheiro não seja recebido por quem não se encaixa nas regras previstas em lei.

Para isso, o órgão se uniu com a Receita Federal, a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União que auxiliam na verificação dos dados e de possíveis fraudes. Segundo as novas regras do Auxílio 2021, para que o trabalhador não tenha o benefício cancelado ele não poderá:
Ter adquirido vínculo de emprego formal;

  • Estar recebendo recursos financeiros provenientes de benefício previdenciário, assistencial, trabalhista ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o Abono-Salarial PIS/PASEP e os benefícios do Bolsa Família;
  • Ter indicativo de óbito no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil – SIRC ou no Sistema de Controle de Óbitos – Sisobi ou ter o CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza; ou
  • Estar preso em regime fechado ou ter o CPF vinculado, como instituidor, à concessão de auxílio-reclusão.

É importante ressaltar também que o CPF em situação regular é um dos requisitos para receber o benefício. Para os beneficiários do Bolsa Família e inscritos no CadÚnico é importante também que mantenham seus dados atualizados para não ficar de fora dos novos pagamento.

Agência Brasil

Com 99% de lotação, restam apenas duas UTIs de Covid-19 para todo o MS

leitos ms internações por Covid-19 no HRMS

Algumas cidades de MS já não possuem vagas para novas internações. (Foto: Divulgação / HRMS)

Sem dúvidas  enfrenta o cenário mais crítico desde o início da pandemia. Nesta quinta-feira (11), o Estado bateu mais uma vez o recorde de internados por Covid-19. Assim, nesta tarde, o sistema de Saúde de MS possui apenas duas vagas de s (Unidades de Terapia Intensiva) para atender os 79 municípios. Isto porque o índice de lotação destes leitos é de 99,51%.

Os dados são disponibilizados pela  (Secretaria de Estado de Saúde), por meio do Painel Mais Saúde. O Jornal Midiamax monitorou a ocupação das 14h30 até às 18h30. Entre este período, um novo paciente foi internado em  de MS, diminuindo ainda mais a quantidade de vagas disponíveis, que no início da tarde eram três.Leia Mais

Maioria das escolas municipais ainda discute retorno em 2021, diz pesquisa

Apenas 33,9% das redes de ensino definiram os protocolos de segurança sanitária

A dificuldade para ter acesso à internet e a falta de infraestrutura escolar são considerados os maiores desafios para o ensino híbrido nas escolas municipais neste ano, durante a pandemia do novo coronavírus, segundo informou ontem (10) a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

A maior parte das escolas públicas municipais já iniciou ou deverá iniciar o ano letivo de 2021 de forma remota ou híbrida, mesclando o ensino presencial e o remoto. Porém, um estudo feito com apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Itaú Social, em fevereiro, mostra que a maioria (59,6%) ainda está discutindo as medidas que serão adotadas e 6,5% não iniciaram esse processo.Leia Mais

Governador anuncia que todas as escolas estaduais serão reformadas até o final de 2022

Governador anuncia que todas as escolas estaduais serão reformadas até o final de 2022

Todas as 356 escolas estaduais de Mato Grosso do Sul passarão por reformas e melhorias até o final do ano que vem. O anúncio foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira, dia 19, durante a solenidade para assinatura da Ordem de Serviço da construção do Complexo Poliesportivo e da reforma da Escola Estadual Coronel Lima de Figueiredo, em Maracaju.

O secretário Eduardo Riedel, que também participou da solenidade, reforçou que o privilégio experimentado hoje por Maracaju, será levado a todas as escolas da Rede Estadual de Ensino. Segundo ele investir em educação é sinônimo de desenvolvimento.

Criada em 1929, a Escola Estadual Coronel Lima de Figueiredo completa 92 anos de existência neste ano de 2021, e receberá investimentos de mais de R$ 3 milhões.

O Projeto de reforma prevê a adequação da escola às normas vigentes de acessibilidade, segurança contra incêndio e pânico e normas sanitárias. Serão reformadas a cobertura, a rede elétrica, rede de ar condicionado, muros novos, reforma de pisos, esquadrias e rede hidráulica.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Governo compra mais 54 milhões de doses de vacina contra covid-19

As vacinas seguem agora para o Controle de Qualidade interno de Bio-Manguinhos, onde uma análise minuciosa irá garantir a sua integridade e segurança (foto: Bio-Manguinhos/Fiocruz)

Cronograma de entregas de vacinas foi anunciado hoje

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (16), em Brasília, ter garantido mais 54 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a covid-19. Acrescentou ter assinado novo contrato com o Instituto Butantan, que desenvolve o imunizante em parceria com o laboratório Sinovac. 

A previsão, considerando os 46 milhões de doses já contratadas, é distribuir aos estados 100 milhões da vacina até setembro. Leia Mais

Mega Sena: confira os números do prêmio de R$11,6 milhões

Mega Sena: confira os números do concurso 2.327, sorteado neste sábado

Imagem ilustrativa. (Foto: Divulgação)

O concurso 2.344 da Mega Sena de R$ 11 milhões ocorreu às 19h deste sábado (13) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. Segundo a Caixa, a premiação para quem cravar as seis dezenas sorteadas hoje (11-17-25-38-52-57) é de R$ 11.676.838,65. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet.

A probabilidade de vencer em cada concurso da Mega Sena varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. Midiamax

MS deve receber novo lote com 10,2 mil doses da vacina Coronavac

vacinação em Campo Grande

(Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Mato Grosso do Sul deve receber mais 10,2 mil doses da vacina  nos próximos dias. A informação foi divulgada pelo secretário  na live da SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta segunda-feira (25) e MS estuda iniciar a vacinação dos idosos.

Resende explicou que recebeu a informação sobre o novo lote nesta manhã, com as vacinas produzidas pelo laboratório Sinovac com o Instituto Butantan. Com o novo lote, MS pode vacinar mais 5,1 mil pessoas. O grupo a ser imunizado ainda deve ser definido. Leia Mais

Governo projeta reconstrução de quase 400 km da malha viária em Goiás

Vice-governador Lincoln Tejota assina termo de cooperação com setor produtivo rural e construtoras|Foto: Vinícius Schimidt

O vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania) assinou nesta segunda-feira, 18, o contrato com cinco empresas especializadas em engenharia de tráfego que serão responsáveis por projetar a reconstrução de 396 quilômetros de rodovias e a construção de 144 metros de pontes de concreto em Goiás.

A iniciativa veio após assinatura de termo de cooperação com o Fundo para Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec-Goiás), que investiu R$ 5 milhões para a elaboração dos projetos técnicos. A verba foi viabilizada pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e os projetos de engenharia serão doados para a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra). O presidente da Faeg, o deputado federal José Mário Schreiner disse que os projetos serão de qualidade, exequíveis e com a agilidade necessária para o desenvolvimento.Leia Mais

Mulher não aceita separação e quebra seu próprio carro, usado pelo marido

serralheiro_capacete.jpg

Ela usou capacete e chave para golpear para-brisa do carro. Foto Ilustrativa

Mulher, de 33 anos, foi até o posto de combustível onde o marido trabalha, em Dourados, distante 229 km da Capital, e quebrou o carro usado por ele na manhã deste sábado (26). Entretanto, o veículo está no nome dela e eles haviam feito divisão de bens informalmente até que fosse efetivado o divórcio.

Conforme informações do boletim de ocorrência, o gerente do posto de combustível onde o homem trabalha correu para sinalizar a uma viatura da PM (Polícia Militar) ao vê-la passar, afirmando que um funcionário estava sendo agredido.Leia Mais

Morre Aglice Maria da Maia aos 80 anos

Faleceu hoje 14 de dezembro  em Três Lagoas Aglice Maria da Maia aos 80 anos

Nascida em Cassilândia, mais estava morando em Três Lagoas a muitos anos .

Seu corpo será transladado para Cassilândia, onde  será velado e sepultado amanhã no no cemitério municipal de Cassilândia Valdomiro Pontes.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Aglice Maria da Maia

Após 10 anos: UEMS retoma Vestibular e abre inscrições para 2021

Crédito da Foto: Divulgação/UEMS

rédito da Foto: Divulgação/UEMS

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) está com inscrições abertas para o Vestibular 2021. A edição que marca a volta do processo seletivo da instituição receberá cadastros até 24 de janeiro de 2021 e a taxa é de R$ 90.

Faça sua inscrição

Estudantes de escolas públicas podem solicitar a isenção da taxa de inscrição até 14 de dezembro. Os isentos serão conhecidos em 21 de dezembro e recursos serão recebidos até o dia 22 seguinte, sendo a resposta final esperada para 6 de janeiro de 2021.

Vagas

A UEMS oferece 1.101 vagas em 54 cursos de graduação. Destas oportunidades, 50% são voltadas para os cotistas:

  • 20% para candidatos ao regime de cotas para Negros (pretos e pardos);
  • 10% para candidatos ao regime de cotas para Indígenas;
  • 10% para candidatos ao regime de cotas para Residentes em Mato Grosso do Sul.

As oportunidades do Vestibular 2021 representam 50% das vagas da UEMS, o restante é para ingresso com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), notas que são utilizadas pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e Processo Seletivo Permanente.

As vagas da UEMS são para Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Aquidauana, Nova Andradina, Cassilândia, Amabai, Naviraí, Paranaíba, Jardim, Maracaju, Ivinhema, Mundo Novo e Glória de Dourados.

Vestibular

O Vestibular será realizado em 6 de fevereiro nas cidades de Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

As provas serão compostas assim:

  • Redação
  • 15 questões objetivas de Ciências da Natureza
  • 15 questões objetivas de Ciências Humanas
  • 15 questões objetivas de Linguagens e Códigos
  • 15 questões objetivas de Matemática

O resultado final do Vestibular 2021 é esperado para 12 de março de 2021, já a convocação para matrículas será realizada a partir do dia 15 seguinte.

Mais informações no Edital e pelo site do Vestibular.

Midiamax

Auxílio emergencial tem datas para contestação

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real

Ministério ampliou prazo para quem deixou de receber benefício

Começa hoje (21) o prazo de contestação para beneficiários do Bolsa Família que receberam o auxílio emergencial e o auxílio emergencial extensão, mas tiveram o pagamento cancelado.

Para quem obteve apenas o auxílio emergencial extensão, que é de R$ 300, a data final de contestação do cancelamento vai até amanhã (22). Para quem recebeu as parcelas regulares do auxílio emergencial, que foram de R$ 600, o prazo vai até 30 de novembro para registro de reclamações.

O governo não informou os prazos de análise dos processos que serão recebidos. Caso a análise do cadastro do beneficiário seja positiva, a conta voltará a receber as parcelas do benefício no mês subsequente.

Conforme o governo, as informações cadastrais dos beneficiados são cruzadas com diversas bases de dados, o que pode resultar em situações incompatíveis com as exigências de cadastro para o benefício.

Pessoas com renda acima da regra, ocupantes de cargos eletivos, militares, servidores públicos e portadores de CPFs (Cadastro de Pessoa Física) em situação irregular na Receita Federal não podem receber as parcelas do auxílio emergencial.

Para registrar a ocorrência

Para registrar uma queixa sobre a suspensão do auxílio, basta acessar o portal Dataprev de consulta do auxílio emergencial e preencher as informações básicas do beneficiado, com nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe.

Após o login, o beneficiado poderá ver a razão da suspensão do auxílio e contestá-la. Uma nova análise cadastral será feita para checar irregularidades.

Agência Brasil

 

Com retorno de visitas em presídios, projeto orienta sobre prevenção da tuberculose e Covid-19

Com retorno de visitas em presídios, projeto orienta sobre prevenção da tuberculose e Covid-19

Com medidas restritivas e de biossegurança, as visitas presenciais de familiares foram retomadas, neste final de semana, nas unidades penais de regime fechado da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) em Mato Grosso do Sul. Para promover a conscientização sobre prevenção contra doenças infectocontagiosas como a Tuberculose, HIV e a Covid-19, estão sendo realizadas ações educativas juntos aos familiares.

O trabalho integra o projeto nacional denominado “Prisões Livres de Tuberculose”, idealizado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e apoio técnico do Ministério da Saúde. As ações educativas se estendem aos custodiados, profissionais da saúde e servidores dos estabelecimentos penais.Leia Mais

Após impasse em outubro, supermercados poderão funcionar no Dia de Finados

Em Campo Grande, acordo firmado na cidade permite funcionamento no feriado (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)

Em Campo Grande, acordo firmado na cidade permite funcionamento no feriado (Foto/Arquivo: Henrique Kawaminami)

Acordo firmado entre supermercadistas e funcionários irá permitir o funcionamento dos estabelecimentos em 47 municípios de Mato Grosso do Sul na segunda-feira, Dia de Finados (2). O anúncio reverte situação ocorrida no feriado de 12 de Outubro, quando as atividades não puderam abrir as portas.Leia Mais

Captação da poupança bate recorde para meses de setembro

Poupança

Depósitos superaram saques em R$ 13,2 bilhões no mês passado

Aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19). No mês passado, os investidores depositaram R$ 13,22 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou nesta terça-feira (6) o Banco Central. A captação líquida é 51% maior que a de setembro do ano passado, quando os brasileiros tinham depositado R$ 8,72 bilhões a mais do que tinham sacado.

O resultado de setembro é o maior já registrado para o mês desde o início da série histórica, em 1995, e agora a poupança acumula entrada líquida de R$ 137,21 bilhões nos nove primeiros meses do ano.

A aplicação começou o ano no vermelho. Em janeiro e fevereiro, os brasileiros retiraram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. A situação começou a mudar em março, com o início da pandemia da covid-19, quando os depósitos passaram a superar os saques.

O interesse dos brasileiros na poupança se mantém apesar da recuperação da bolsa de valores nos últimos meses. Nos dois primeiros meses da pandemia, as turbulências no mercado financeiro fizeram investidores migrar para a caderneta. As oscilações do Tesouro Direto em setembro também ajudaram a atrair investidores para a segurança da caderneta, mesmo o rendimento sendo menor.

Rendimento

Com rendimento de 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia), a poupança atraiu mais recursos mesmo com os juros básicos em queda. Com as recentes reduções na taxa Selic, o investimento está rendendo igual ou menos que a inflação.

Nos 12 meses terminados em setembro, a aplicação rendeu 2,67%, segundo o Banco Central. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que serve como prévia da inflação oficial, atingiu 2,65%. O IPCA cheio de setembro será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no próximo dia 9.

Para este ano, o boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central, prevê inflação oficial de 2,12% pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Com a atual fórmula, a poupança renderia 1,4% este ano, caso a Selic de 2% ao ano estivesse em vigor desde o início do ano. No entanto, como a taxa foi sendo reduzida ao longo dos últimos meses, o rendimento acumulado será um pouco maior.

Histórico

Até 2014, os brasileiros depositaram mais do que retiraram da poupança. Naquele ano, as captações líquidas chegaram a R$ 24 bilhões. Com o início da recessão econômica, em 2015, os investidores passaram a retirar dinheiro da caderneta para cobrir dívidas, em um cenário de queda da renda e de aumento de desemprego.

Em 2015, R$ 53,57 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões. A tendência inverteu-se em 2017, quando as captações excederam as retiradas em R$ 17,12 bilhões, e em 2018, com captação líquida de R$ 38,26 bilhões. Em 2019, a poupança registrou captação líquida de R$ 13,23 bilhões.

Agência Brasil

Covid-19: Brasil tem 146 mil mortes e 4,92 milhões de casos acumulados

Um profissional de saúde realiza um teste finalizado em um local de testes de coronavírus fora dos Serviços Comunitários de Saúde Internacionais no Distrito Internacional de Chinatown durante o surto de doença por coronavírus (COVID-19) em

Até o momento, 4.295.302 brasileiros já se recuperaram da doença

O número de mortes em razão da pandemia do novo coronavírus chegou a 146.675. Nas últimas 24 horas, foram 323 novos registros de óbitos em decorrência da covid-19. Até ontem, o total  era de 146.352. Outros 2.540 óbitos estão em investigação.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgados pela pasta no início da noite desta segunda-feira (5). O órgão consolida informações enviadas pelas secretarias estaduais de saúde de todo o país.Leia Mais