Caso Daniel: Suspeito de matar jogador presta depoimento à Polícia Civil no Paraná

Edison Luiz Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel — Foto: Reprodução/ RPC Curitiba

Edison Luiz Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel — Foto: Reprodução/ RPC Curitiba

O empresário Edison Brittes Júnior, suspeito de matar o jogador Daniel Corrêia Freitas, de 24 anos, está prestando depoimento à Polícia Civil nesta quarta-feira (7), em São José dos Pinhais, na Região de Curitiba.

O interrogatório começou às 10h e foi interrompido por volta das 12h30 para o almoço. A previsão é a de que o trabalho seja retomado na sequência.

Edison Júnior, de 38 anos, está preso. Ele confessou em entrevista à RPC Curitiba que matou o Daniel, sob descontrole emocional, porque o jogador tentou estuprar a mulher dele, Cristiana Brittes, de 35 anos.

Ela, que também está presa junto com a filha, Allana Brittes, de 18 anos, disse à polícia que acordou com o jogador de cueca em cima dela. O delegado da Polícia Civil de São José dos Pinhais, Amadeu Trevisan, porém, acredita que a família está mentindo e que não houve tentativa de estupro.

Segundo Trevisan, outras testemunhas foram ouvidas e disseram não ter ouvido gritos de Cristiana, conforme relatou a família Brittes à polícia. Édison, Allana e Cristiana foram indiciados por homicídio qualificado e coação de testemunhas. G1

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *