Menina manda mensagem para irmã pedindo ajuda depois de ser estuprada pelo padrasto

Imagem ilustrativa

Um caso de estupro de duas irmãs de 13 e 15 anos é investigado pela Polícia Civil de Mato Grosso do Sul depois que a adolescente fez a denúncia, na quinta-feira (11/07). O padrasto seria o autor dos crimes.

O Jornal Midiamax não revelará a cidade onde aconteceu o crime, nem nomes, para preservar a vítima, seguindo as diretrizes do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A descoberta aconteceu depois que a mãe da adolescente foi chamada na escola, já que a menina estava faltando aulas. A garota estava morando com a avó e se recusava a ir embora com a mãe. Já a irmã de 13 anos estava morando na casa da mãe em um sítio.

Com isso, ocorreu a confusão na escola e a polícia foi acionada. Neste momento, a adolescente contou que a irmã mandou mensagens para ela pedindo ajuda porque era estuprada pelo padrasto.

Para os policiais, a garota falou que o padrasto também a estuprava e que os abusos só pararam quando ela foi morar com sua avó. De acordo com a adolescente, o padrasto antes de ir tirar leite das vacas passava em seu quarto.

Enquanto dormia, o homem abusava dela. A adolescente disse que em seu celular tem as mensagens da irmã pedindo ajuda. A mãe das duas garotas negou que o marido abusasse das meninas. Todos foram levados para a delegacia.

BATANEWS/MIDIAMAX

 

Compartilhe:

Pai com passagens por tráfico estupra filho de 8 anos

Um traficante foi preso pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra o próprio filho de 8 anos, em Campo Verde-MT. A prisão foi efetuada pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (12), em cumprimento a um mandado judicial.

Com quatro passagens criminais por tráfico de drogas, o investigado de 32 anos teve a prisão preventiva expedida pelo juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca local, após diligências da Delegacia de Campo Verde para apurar e esclarecer o crime.

Na segunda-feira (08), o Conselho Tutelar acionou a Polícia Civil e apresentou um relatório elaborado após a criança ser amparada e encaminhada ao Hospital Municipal de Campo Verde.

Na unidade de saúde, a equipe médica constatou durante exame de corpo delito que o menino apresentava lesões características de abuso sexual, ocorrido no dia anterior.

Conforme a polícia apurou, o menino chegou na casa da mãe relatando desconforto nas partes íntimas. A partir disso, a mãe levou a criança para atendimento médico e descobriu que o filho vinha sendo vítima de estupro cometido pelo próprio pai.

A Delegacia de Campo Verde imediatamente instaurou inquérito, e, com base no laudo pericial e outros indícios de autoria, representou pela prisão preventiva do pai da vítima, que foi deferida pela Justiça.

Com a ordem em de prisão os policiais civis de Campo Verde, coordenados pelo delegado Bruno Barcelos, efetuaram a prisão do suspeito em sua residência, no bairro São Miguel.

Em seguida, o preso foi encaminhado para as providências cabíveis e posteriormente apresentado e colocado à disposição da Justiça. BATANEWS/REPORTERMT

Compartilhe:

Donald Trump é vítima de atentado durante comício na Pensilvânia

Donald Trump é alvo de suposto ataque durante comício na Pensilvânia

Ex-presidente Trump é alvo de tiro na orelha

Um comício do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, neste sábado (13) foi interrompido após um suposto atentado. O republicano discursava na cidade de Butler, na Pensilvânia, quando sons semelhantes a tiros foram ouvidos na multidão.

Em um vídeo, é possível ver o momento em que Trump leva as mãos à orelha e é imediatamente protegido e escoltado por agentes do Serviço Secreto. As imagens mostram ainda marcas de sangue no lado direito da cabeça do ex-presidente.

Segundo informações da Inteligência dos Estados Unidos e do Serviço Secreto, o ex-presidente foi retirado do local em um helicóptero e já está em segurança. Os órgãos ainda não deram detalhes, porém, sobre o estado de saúde de Trump. SBT News

Compartilhe:

Cassilândia Urgente: “Recursos federais da lei Paulo Gustavo: o que aconteceu com o dinheiro dos artistas?”, questionam os vereadores Sumara Leal e Peter Saimon

Os vereadores de Cassilândia Sumara Leal e Peter Saimon estiveram no Ministério da Cultura, em Brasília, para investigar supostas irregularidades na Cultura Municipal de Cassilândia.

Eles fazem o seguinte questionamento: “Recursos federais da lei Paulo Gustavo: o que aconteceu com o dinheiro dos artistas?”

“No ano de 2023 nosso município recebeu 215 mil reais que deveriam ser distribuídos entre os artistas de Cassilândia, o intuito da lei é beneficiar o maior número de pessoas possíveis, mas em Cassilândia esse dinheiro se concentrou apenas nas mãos de três pessoas”, afirmam os parlamentares.

E os vereadores prosseguem: “Diversas irregularidades foram encontradas nos editais, uma empresa que não poderia nem ter participado pois não era ligada a cultura embolsou 62 mil reais, outros 140 mil foram para as mãos de produtor de eventos que fez um “documentário” da nossa tradicional festa do peão que por sua qualidade envergonhou o próprio produtor que além de não divulgar o trabalho realizado, confessou em entrevista que o vídeo ficou muito “aquém” do que deveria, mas mesmo assim ele ficou com o dinheiro.”

Sumara Leal e Peter Saimon finalizam: “Por se tratar de recursos federais os vereadores Peter Saimon e Sumara Leal foram até Brasília no ministério da cultura e saíram de lá convictos das irregularidades e irão encaminhar mais uma denuncia para o Ministério Público, já que a Câmara não tem feito seu papel de fiscais do dinheiro público, só resta essa opção para os vereadores que lutam contra a corrupção em nosso município.”

Que essas denúncias sejam devidamente apuradas.

Assista ao vídeo.

Compartilhe:

Cassilândia Urgente: Governo Valdecy Costa, entre a maquiagem eleitoreira e a dura realidade

A administração Valdecy Costa (PSDB) tem sido descuidada, e muito, no trato dos serviços públicos e no zelo do dinheiro que sai dos impostos dos cassilandenses nestes mais de dois anos que vem substituindo o saudoso prefeito Jair Boni.

Depois de provocar um rombo nos cofres municipais, a ponto de transformar superávit em déficit com muita rapidez, agora o prefeito investe em obras eleitoreiras como pintura do asfalto e dos prédios municipais, como o da Prefeitura, bem como pequenas reformas, apenas como exemplo a Pracinha da Bíblia, um canteiro de esquina por assim dizer.

De acordo com as enquetes, a saúde continua sendo o principal problema existente em Cassilândia, cujas reclamações recorrentes são a falta de médicos especialistas, veículos desconfortáveis para o transporte de paciente, a longa fila das cirurgias, a morosidade nos exames essenciais, enfim a lista é extensa.

Nenhuma obra importante foi feita em Cassilândia em sua administração, a não ser a melhoria do sistema de distribuição de água. E só.

A maquiagem que o prefeito está fazendo agora na cidade, a três meses da eleição, é muito pouco.

E, para piorar a sua situação, sobram denúncias de irregularidades contra a sua gestão, a exemplo das compras e doações de terrenos, investigação na Cultura e otras cositas mas.

A dura realidade é bem diferente.

Prefeito Valdecy Costa (PSDB)

Compartilhe:

Homem não vai trabalhar e é encontrado morto com marcas de facada

Vista aérea da região central de Ponta Porã onde caso aconteceu (Foto: Reprodução)

Homem de 54 anos identificado como Francisco Sabino Silva foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (12), dentro da casa onde morava em Ponta Porã. Ele estava com marcas de facadas e a Polícia Civil investiga o caso.

Francisco trabalhava em um hotel na Rua José Pereira Teixeira e os colegas estranharam o fato dele não aparecer para o serviço hoje. Com isso, avisaram a polícia e foram até a casa do homem que fica em um terreno nos fundos do local.

Ao chegarem encontrado Francisco morto com marcas de facadas pelo corpo. A Perícia também esteve na casa e o cadáver foi encaminhado para o IML (Instituo Médico Legal) da cidade. O caso está sendo investigado e ainda não há suspeitos ou a motivação.

De acordo com o delegado Lucas Calixto, foram encontradas algumas cortes no pescoço da vítima, mas não eram tão profundos e a princípio, a morte seria em razão de uma lesão na cabeça. ‘Estamos em diligências tentando encontrar imagens de câmeras de segurança e ouvir algumas testemunhas. Ele era um senhor bem reservado e só teremos certeza da causa da morte após os laudos periciais’, pontuou o responsável pela investigação.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

* Com informações Ponta Porã News.

Compartilhe:

COM 71 ANOS, CATARINENSE VIAJA SOZINHO PELO PAÍS EM UM FIAT UNO 1992

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, acampando, van e texto

A ideia era rodar pelo Brasil da maneira mais econômica possível.

O catarinense Nilton Brini, de 71 anos, trabalhou a vida inteira como caminhoneiro: por décadas, viajou por todos os cantos do Brasil, do litoral ao interior, das pequenas às grandes cidades do país.
Mas mesmo após se aposentar, ele já sentia falta da estrada. “Quando finalmente conquistei minha aposentadoria, percebi que não conseguia ficar muito em casa. Queria continuar circulando por aí”, contou ele a Nossa.
Conforme o portal, Nilton tem uma casa em Blumenau e, em sua garagem, estava encostado um Fiat Uno vermelho, ano 1992, que iria virar um segundo lar para o ex-caminhoneiro. “Há oito anos, peguei o Uno e comecei a viajar sozinho com ele. E não parei mais”.
A ideia era rodar pelo Brasil da maneira mais econômica possível. Então, Nilton arrancou o assento do passageiro e o banco traseiro do carro e colocou, no lugar, um colchão e uma pequena geladeira.
Nilton também pendurou cortinas nas janelas e conseguiu achar espaço para um fogareiro e itens de cozinha, como panelas. A casa móvel estava montada —e recebeu um nome poderoso, inspirado em sua cor: Trovão Vermelho.
“Com o Trovão, viajei por lugares como as praias de Santa Catarina, a região da Serra da Canastra (MG), o interior de São Paulo e o litoral do Espírito Santo. Dormia dentro do carro e, no dia seguinte, seguia viagem. Mas depois de milhares de quilômetros rodados, comecei a sentir necessidade de ter mais espaço”.
Carreta acoplada:
Há dois anos, Nilton comprou uma carreta toda fechada para ser acoplada à traseira do Uno. E, dentro desse espaço, montou uma nova casa: lá colocou uma cama, uma televisão e até um vaso sanitário portátil.
Quando acha um lugar agradável nos destinos que está visitando, ele para o carro, abre um toldo que faz parte da carreta e, sob a sua sombra, põe uma mesinha para fazer refeições.
Acostumado às longas jornadas solitárias do seu passado caminhoneiro, Nilton gosta de pegar a estrada sozinho: “Viajando só, tenho liberdade. Posso fazer o que quiser, na hora que quiser”, afirma.
Jardim Notícias Online
Compartilhe:

Menina manda mensagem para irmã pedindo ajuda depois de ser estuprada pelo padrasto

Imagem ilustrativa

Um caso de estupro de duas irmãs de 13 e 15 anos é investigado pela Polícia Civil de Mato Grosso do Sul depois que a adolescente fez a denúncia, na quinta-feira (11/07). O padrasto seria o autor dos crimes.

O Jornal Midiamax não revelará a cidade onde aconteceu o crime, nem nomes, para preservar a vítima, seguindo as diretrizes do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

A descoberta aconteceu depois que a mãe da adolescente foi chamada na escola, já que a menina estava faltando aulas. A garota estava morando com a avó e se recusava a ir embora com a mãe. Já a irmã de 13 anos estava morando na casa da mãe em um sítio.

Com isso, ocorreu a confusão na escola e a polícia foi acionada. Neste momento, a adolescente contou que a irmã mandou mensagens para ela pedindo ajuda porque era estuprada pelo padrasto.

Para os policiais, a garota falou que o padrasto também a estuprava e que os abusos só pararam quando ela foi morar com sua avó. De acordo com a adolescente, o padrasto antes de ir tirar leite das vacas passava em seu quarto.

Enquanto dormia, o homem abusava dela. A adolescente disse que em seu celular tem as mensagens da irmã pedindo ajuda. A mãe das duas garotas negou que o marido abusasse das meninas. Todos foram levados para a delegacia.

BATANEWS/MIDIAMAX

 

Compartilhe:

Pai com passagens por tráfico estupra filho de 8 anos

Um traficante foi preso pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra o próprio filho de 8 anos, em Campo Verde-MT. A prisão foi efetuada pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (12), em cumprimento a um mandado judicial.

Com quatro passagens criminais por tráfico de drogas, o investigado de 32 anos teve a prisão preventiva expedida pelo juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca local, após diligências da Delegacia de Campo Verde para apurar e esclarecer o crime.

Na segunda-feira (08), o Conselho Tutelar acionou a Polícia Civil e apresentou um relatório elaborado após a criança ser amparada e encaminhada ao Hospital Municipal de Campo Verde.

Na unidade de saúde, a equipe médica constatou durante exame de corpo delito que o menino apresentava lesões características de abuso sexual, ocorrido no dia anterior.

Conforme a polícia apurou, o menino chegou na casa da mãe relatando desconforto nas partes íntimas. A partir disso, a mãe levou a criança para atendimento médico e descobriu que o filho vinha sendo vítima de estupro cometido pelo próprio pai.

A Delegacia de Campo Verde imediatamente instaurou inquérito, e, com base no laudo pericial e outros indícios de autoria, representou pela prisão preventiva do pai da vítima, que foi deferida pela Justiça.

Com a ordem em de prisão os policiais civis de Campo Verde, coordenados pelo delegado Bruno Barcelos, efetuaram a prisão do suspeito em sua residência, no bairro São Miguel.

Em seguida, o preso foi encaminhado para as providências cabíveis e posteriormente apresentado e colocado à disposição da Justiça. BATANEWS/REPORTERMT

Compartilhe:

Donald Trump é vítima de atentado durante comício na Pensilvânia

Donald Trump é alvo de suposto ataque durante comício na Pensilvânia

Ex-presidente Trump é alvo de tiro na orelha

Um comício do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, neste sábado (13) foi interrompido após um suposto atentado. O republicano discursava na cidade de Butler, na Pensilvânia, quando sons semelhantes a tiros foram ouvidos na multidão.

Em um vídeo, é possível ver o momento em que Trump leva as mãos à orelha e é imediatamente protegido e escoltado por agentes do Serviço Secreto. As imagens mostram ainda marcas de sangue no lado direito da cabeça do ex-presidente.

Segundo informações da Inteligência dos Estados Unidos e do Serviço Secreto, o ex-presidente foi retirado do local em um helicóptero e já está em segurança. Os órgãos ainda não deram detalhes, porém, sobre o estado de saúde de Trump. SBT News

Compartilhe:

Cassilândia Urgente: “Recursos federais da lei Paulo Gustavo: o que aconteceu com o dinheiro dos artistas?”, questionam os vereadores Sumara Leal e Peter Saimon

Os vereadores de Cassilândia Sumara Leal e Peter Saimon estiveram no Ministério da Cultura, em Brasília, para investigar supostas irregularidades na Cultura Municipal de Cassilândia.

Eles fazem o seguinte questionamento: “Recursos federais da lei Paulo Gustavo: o que aconteceu com o dinheiro dos artistas?”

“No ano de 2023 nosso município recebeu 215 mil reais que deveriam ser distribuídos entre os artistas de Cassilândia, o intuito da lei é beneficiar o maior número de pessoas possíveis, mas em Cassilândia esse dinheiro se concentrou apenas nas mãos de três pessoas”, afirmam os parlamentares.

E os vereadores prosseguem: “Diversas irregularidades foram encontradas nos editais, uma empresa que não poderia nem ter participado pois não era ligada a cultura embolsou 62 mil reais, outros 140 mil foram para as mãos de produtor de eventos que fez um “documentário” da nossa tradicional festa do peão que por sua qualidade envergonhou o próprio produtor que além de não divulgar o trabalho realizado, confessou em entrevista que o vídeo ficou muito “aquém” do que deveria, mas mesmo assim ele ficou com o dinheiro.”

Sumara Leal e Peter Saimon finalizam: “Por se tratar de recursos federais os vereadores Peter Saimon e Sumara Leal foram até Brasília no ministério da cultura e saíram de lá convictos das irregularidades e irão encaminhar mais uma denuncia para o Ministério Público, já que a Câmara não tem feito seu papel de fiscais do dinheiro público, só resta essa opção para os vereadores que lutam contra a corrupção em nosso município.”

Que essas denúncias sejam devidamente apuradas.

Assista ao vídeo.

Compartilhe:

Cassilândia Urgente: Governo Valdecy Costa, entre a maquiagem eleitoreira e a dura realidade

A administração Valdecy Costa (PSDB) tem sido descuidada, e muito, no trato dos serviços públicos e no zelo do dinheiro que sai dos impostos dos cassilandenses nestes mais de dois anos que vem substituindo o saudoso prefeito Jair Boni.

Depois de provocar um rombo nos cofres municipais, a ponto de transformar superávit em déficit com muita rapidez, agora o prefeito investe em obras eleitoreiras como pintura do asfalto e dos prédios municipais, como o da Prefeitura, bem como pequenas reformas, apenas como exemplo a Pracinha da Bíblia, um canteiro de esquina por assim dizer.

De acordo com as enquetes, a saúde continua sendo o principal problema existente em Cassilândia, cujas reclamações recorrentes são a falta de médicos especialistas, veículos desconfortáveis para o transporte de paciente, a longa fila das cirurgias, a morosidade nos exames essenciais, enfim a lista é extensa.

Nenhuma obra importante foi feita em Cassilândia em sua administração, a não ser a melhoria do sistema de distribuição de água. E só.

A maquiagem que o prefeito está fazendo agora na cidade, a três meses da eleição, é muito pouco.

E, para piorar a sua situação, sobram denúncias de irregularidades contra a sua gestão, a exemplo das compras e doações de terrenos, investigação na Cultura e otras cositas mas.

A dura realidade é bem diferente.

Prefeito Valdecy Costa (PSDB)

Compartilhe:

Homem não vai trabalhar e é encontrado morto com marcas de facada

Vista aérea da região central de Ponta Porã onde caso aconteceu (Foto: Reprodução)

Homem de 54 anos identificado como Francisco Sabino Silva foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (12), dentro da casa onde morava em Ponta Porã. Ele estava com marcas de facadas e a Polícia Civil investiga o caso.

Francisco trabalhava em um hotel na Rua José Pereira Teixeira e os colegas estranharam o fato dele não aparecer para o serviço hoje. Com isso, avisaram a polícia e foram até a casa do homem que fica em um terreno nos fundos do local.

Ao chegarem encontrado Francisco morto com marcas de facadas pelo corpo. A Perícia também esteve na casa e o cadáver foi encaminhado para o IML (Instituo Médico Legal) da cidade. O caso está sendo investigado e ainda não há suspeitos ou a motivação.

De acordo com o delegado Lucas Calixto, foram encontradas algumas cortes no pescoço da vítima, mas não eram tão profundos e a princípio, a morte seria em razão de uma lesão na cabeça. ‘Estamos em diligências tentando encontrar imagens de câmeras de segurança e ouvir algumas testemunhas. Ele era um senhor bem reservado e só teremos certeza da causa da morte após os laudos periciais’, pontuou o responsável pela investigação.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

* Com informações Ponta Porã News.

Compartilhe:

COM 71 ANOS, CATARINENSE VIAJA SOZINHO PELO PAÍS EM UM FIAT UNO 1992

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, acampando, van e texto

A ideia era rodar pelo Brasil da maneira mais econômica possível.

O catarinense Nilton Brini, de 71 anos, trabalhou a vida inteira como caminhoneiro: por décadas, viajou por todos os cantos do Brasil, do litoral ao interior, das pequenas às grandes cidades do país.
Mas mesmo após se aposentar, ele já sentia falta da estrada. “Quando finalmente conquistei minha aposentadoria, percebi que não conseguia ficar muito em casa. Queria continuar circulando por aí”, contou ele a Nossa.
Conforme o portal, Nilton tem uma casa em Blumenau e, em sua garagem, estava encostado um Fiat Uno vermelho, ano 1992, que iria virar um segundo lar para o ex-caminhoneiro. “Há oito anos, peguei o Uno e comecei a viajar sozinho com ele. E não parei mais”.
A ideia era rodar pelo Brasil da maneira mais econômica possível. Então, Nilton arrancou o assento do passageiro e o banco traseiro do carro e colocou, no lugar, um colchão e uma pequena geladeira.
Nilton também pendurou cortinas nas janelas e conseguiu achar espaço para um fogareiro e itens de cozinha, como panelas. A casa móvel estava montada —e recebeu um nome poderoso, inspirado em sua cor: Trovão Vermelho.
“Com o Trovão, viajei por lugares como as praias de Santa Catarina, a região da Serra da Canastra (MG), o interior de São Paulo e o litoral do Espírito Santo. Dormia dentro do carro e, no dia seguinte, seguia viagem. Mas depois de milhares de quilômetros rodados, comecei a sentir necessidade de ter mais espaço”.
Carreta acoplada:
Há dois anos, Nilton comprou uma carreta toda fechada para ser acoplada à traseira do Uno. E, dentro desse espaço, montou uma nova casa: lá colocou uma cama, uma televisão e até um vaso sanitário portátil.
Quando acha um lugar agradável nos destinos que está visitando, ele para o carro, abre um toldo que faz parte da carreta e, sob a sua sombra, põe uma mesinha para fazer refeições.
Acostumado às longas jornadas solitárias do seu passado caminhoneiro, Nilton gosta de pegar a estrada sozinho: “Viajando só, tenho liberdade. Posso fazer o que quiser, na hora que quiser”, afirma.
Jardim Notícias Online
Compartilhe:
Compartilhe: