Mãe flagra homem se masturbando e olhando para criança que dormia

Mãe flagra homem se masturbando e olhando para criança que dormia em Camapauã

Caso foi registrado como ato obsceno

Uma mulher de 21 anos procurou a delegacia de Polícia Civil, em Camapuã, nesta sexta-feira (25), após flagrar um homem se masturbando na frente de casa e ainda olhando para sua filha, uma criança de seis anos, que dormia no sofá da residência.

De acordo com o boletim de ocorrência, outra criança da casa viu o homem perto da janela e gritou para a mãe, que ao verificar, viu o suspeito, que já é conhecido na região.

Conforme o relato, a mãe percebeu que ele estava com uma das mãos dentro da bermuda, se masturbando. Ela afirmou que o homem estaria olhando para sua filha, uma menina de 6 anos, portadora de necessidades especiais, que dormia apenas de fralda no sofá. O caso foi registrado como ato obsceno.

FONTE: MS TODO DIA

Venda de armas de fogo chega a quase 74 mil unidades no 1º semestre

Joao Bercle, instructor of the Colt 45 shooting club, fires a gun, in Rio de Janeiro

Dados da PF indicam aumento de quase 200% Share on WhatsApp Share on Facebook Share on Twitter Share on Linkedin

A venda de armas de fogo controladas pela Polícia Federal (PF) subiu de 24.663 unidades, no primeiro semestre do ano passado, para 73.985, em igual período de 2020, um aumento de quase 200%. Os dados do Sistema Nacional de Armas (Sinarm) não incluem nem os armamentos adquiridos por órgãos militares estaduais de segurança pública (polícias militares e corpos de bombeiros), nem pelas Forças Armadas e pelos chamados CACs (colecionadores, atiradores e caçadores), cujo controle é da responsabilidade do Exército. Entram na conta da PF as armas compradas por cidadãos em geral, empresas de segurança privada, além das categorias profissionais previstas no Decreto nº 9.847, como servidores da área da segurança pública, magistrados e membros do Ministério Público.

Para a PF, as flexibilizações das regras de posse e porte de arma de fogo a partir do início de 2019 contribuíram para o incremento das vendas. Além disso, mudanças no Sinarm, como a digitalização dos processos, facilitaram e agilizaram o trâmite dos pedidos. A PF também informou à Agência Brasil que há “outros fatores para o aumento de demanda, subjetivos e ainda não dimensionados pela instituição”.

Os dados divulgados pela Polícia Federal mostram que, desde 2017, as vendas no primeiro semestre vêm superando as do mesmo período do ano anterior, mas não na proporção destes últimos seis meses. Comparando, por exemplo, o resultado dos seis primeiros meses de 2019 (24.663 armas compradas) com os do mesmo período de 2018 (23.564), constata-se uma diferença de 1.099 armas.

Total geral de armas novas – 1º semestre

2020 73.985
2019 24.663
2018 23.564
2017 22.160
2016 22.689
2015 23.157
2014 15.581
2013 16.107
2012 13.222
2011 9.665
2010 9.541
2009 7.623

Das 73.985 armas comercializadas entre janeiro e junho deste ano, quase 62%, ou seja, 45.733, foram compradas por cidadãos. Órgãos públicos não militares compraram 17.111 armamentos (23% do total). Já servidores públicos autorizados a portar armas pessoais devido ao risco inerente ao exercício da função, como procuradores, promotores e juízes, adquiriram 8.707 do total (11%).

Armas novas em 2020 por categoria

Categoria jan fev mar abr mai jun TOTAL
Caçadores de subsistência 37 32 12 8 14 23 126
Cidadãos 6.857 6.774 7.612 7.020 7.813 9.657 45.733
Servidores públicos 1.535 1.418 1.402 1.069 1.356 1.927 8.707
Empresa de segurança 0 2 2 5 10 0 19
Empresa comercial 6 4 40 15 22 86 173
Empresa de segurança privada 306 188 574 363 349 334 2.114
Fabricante/importador 0 0 0 0 0 0 0
Órgão público com taxa 46 111 47 210 5 96 515
Órgão público sem taxa 1.933 660 9.127 861 1.150 2.865 16.596
Outras categorias 2 0 0 0 0 0 2
Revendedores 0 0 0 0 0 0 0
Nº de armas novas 10.722 9.189 18.816 9.551 10.719 14.988 73.985

Em abril de 2019, a PF adotou uma nova forma de registrar os armamentos que pessoas físicas e jurídicas compram dos fabricantes, importadores e revendedores. Além de separar as vendas para caçadores de subsistência dos demais compradores antes incluídos em uma única categoria (“pessoa física”), a instituição criou outras classificações. Desta forma, as seis categorias existentes até então se tornaram 11, conforme a tabela acima.

A mudança inviabiliza a comparação direta entre os resultados deste primeiro semestre e o dos seis primeiros meses de 2019. Ainda assim, a título de observação, no segundo semestre de 2019, quando a nova sistemática já estava em vigor, os chamados cidadãos adquiriram 35.641 novas armas – cerca de 22% a menos do que as 45.733 adquiridas de janeiro a junho deste ano. O comportamento das vendas semestrais se reflete nos resultados anuais, como mostra a tabela abaixo.

Total geral de armas novas – anual

2019 94.064
2018 51.027
2017 45.485
2016 44.912
2015 49.885
2014 39.943
2013 34.454
2012 37.114
2011 26.486
2010 22.534
2009 18.967

Registros

O total de certificados de Registro de Arma de Fogo (Craf) expedidos pela PF durante o primeiro semestre deste ano também aumentou em comparação aos seis primeiros meses do ano passado. Obrigatório e válido por dez anos, o documento serve de comprovante de que o proprietário da arma está autorizado a mantê-la exclusivamente no interior de sua residência ou local de trabalho caso seja ele o responsável legal pelo estabelecimento ou empresa.

No último período foi registrada, renovada ou transferida a titularidade de 100.053 armas. Embora seja superior aos 83.843 registros expedidos durante o primeiro semestre de 2019, o resultado é inferior aos registrados em igual período de 2018 (112.885) e de 2017 (113.572). Além disso, são inferiores aos de 2009 e 2010, anos cujos resultados, segundo a PF, foram influenciados pelo fim do prazo para regularização de armas definido pelo Estatuto do Desarmamento (Lei nº 10.826/03).

Total geral de registros expedidos

2020 100.053
2019 83.843
2018 112.885
2017 113.572
2016 92.557
2015 42.305
2014 41.239
2013 33.674
2012 26.190
2011 80.756
2010 454.752
2009 231.601

Repercussões

Para a coordenadora de Projetos da organização não governamental (ONG) Instituto Sou da Paz, Natália Pollachi, o resultado já era, de certa forma esperado. “Estávamos contando com que o real impacto das alterações [legais] feitas em 2019 fossem sentidas este ano. No ano passado, alguns decretos foram publicados e, depois, revogados, o que eu acho que causou uma certa insegurança jurídica para as pessoas que já tinham interesse em adquirir armas.”

Natália também considera a hipótese do total de novas armas vendidas ser um reflexo das mudanças das regras de controle. “As flexibilizações normativas não só ampliaram o acesso às armas para mais pessoas, como também possibilitaram que cada uma destas pessoas possa comprar uma maior quantidade [de armamentos]”, comentou a coordenadora, que discorda da ideia de que mais armas nas mãos de cidadãos comuns seria uma forma de combater a violência e tornar a sociedade mais segura.

“Vemos com bastante receio a disseminação deste discurso, que tem um impacto real nas escolhas práticas das pessoas. Diversos estudos brasileiros e internacionais demonstram que isto não é verdade, que a maior circulação de armas traz consigo um aumento do número de homicídios. Tanto porque as pessoa estão sujeitas a momentos de descontrole, quanto porque estas armas podem ser desviadas para o mercado ilegal. Há várias pesquisas documentando que a maioria das armas apreendidas no cometimento de crimes tem origem legal.”, acrescentou Natália.

O presidente da ONG Movimento Viva Brasil, o advogado Bene Barbosa, também disse à Agência Brasil que o aumento nas vendas já era esperado. “Exatamente por conta da mudança na política nacional. Vínhamos de sucessivos governos que tinham como política nacional uma restrição às armas e um desestímulo à compra legal, e passamos a uma visão completamente diferente”, comentou Barbosa, avaliando que, apesar da recente flexibilização das antigas normas, a legislação brasileira segue “impeditiva”.

“É uma legislação muito burocrática, que acaba por encarecer e elitizar o direito do cidadão a adquirir uma arma de fogo para se defender”, afirmou, ao refutar a ideia de que mais armas nas ruas contribuem para o aumento da violência. “Não há nenhum estudo conclusivo que aponte para isto. O que nós assistimos aqui mesmo, no Brasil, foi o aumento significativo da criminalidade violenta, em especial dos homicídios, apesar de todas as restrições que agora começam a ser revistas. Já a partir do ano passado, quando houve um crescimento significativo da venda de armas, tivemos uma redução nas taxas de criminalidade violenta. O que, para mim, demonstra não haver uma correlação entre mais armas e mais crimes”, disse, destacando que, em diversos estados, incluindo alguns dos mais violentos, a taxa de crimes já vinha caindo há pelo menos quatro anos, “resultado de políticas regionais, estaduais, e não das restrições armamentistas.”

 

Edição: Juliana Andrade/Bruna Saniele

 

Prefeitura de Cassilândia abre licitação para aquisição de um motocicleta 0KM

Prefeitura de Cassilândia abre licitação para aquisição de um motocicleta 0KMAVISO DE LICITAÇÃO

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE CASSILÂNDIA, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, ATRAVÉS DA SUA COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, POR MEIO DO DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO, TORNA PÚBLICO, A REALIZAÇÃO DA LICITAÇÃO ABAIXO:

OBJETO: PARA A AQUISIÇÃO FUTURA DE 01 (UMA) MOTOCICLETA, {COM PORTA OBJETO AMPLO}, 04 (QUATRO) VELOCIDADES, 125 CILINDRADA, PARTIDA ELÉTRICA, MOTOR FLEX (ÁLCOOL E GASOLINA), ZERO QUILÔMETRO, ANO E MODELO DE FABRICAÇÃO 2020, GARANTIA DO FABRICANTE MÍNIMA DE 03 (TRÊS) ANOS, EM ATENDIMENTO A SOLICITAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE CASSILÂNDIA –MS.
PREGÃO PRESENCIAL Nº 044/2020.
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 284/2020.
ABERTURA DA SESSÃO: ÀS 08H00 DO DIA 12/05/2020, (HORÁRIO MS).
ENDEREÇO DA ABERTURA DA SESSÃO: COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, SITA À RUA DOMINGOS DE SOUZA FRANÇA, Nº 720, CENTRO, CASSILÂNDIA-MS.

O EDITAL E SEUS ANEXOS, ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS AOS INTERESSADOS GRATUITAMENTE NO SITE WWW.CASSILANDIA.MS.GOV.BR.

CASSILÂNDIA–MS, 23 DE ABRIL DE 2020.

COORDENADORIA DE LICITAÇÕES.

Prefeitura de Cassilândia licita serviço de locação de ônibus

Prefeitura de Cassilândia licita serviço de locação de ônibusAVISO DE LICITAÇÃO

O MUNICIPIO DE CASSILÂNDIA – ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, ATRAVÉS DA SUA COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, POR MEIO DO DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO, TORNA PÚBLICO, A REALIZAÇÃO DA LICITAÇÃO ABAIXO:

OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS PARA A CONTRATAÇÃO FUTURA DE PRESTAÇÃO SERVIÇO DE LOCAÇÃO (VEÍCULO TIPO ÔNIBUS} – SOB A DEMANDA SOLICITADA PELOS ÓRGÃOS DESTA PREFEITURA MUNICIPAL.
PREGÃO PRESENCIAL Nº 032/2020.
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 172/2020.
ABERTURA DA SESSÃO: ÀS 08H00 DO DIA 02/04/2020, (HORÁRIO MS).
ENDEREÇO DA ABERTURA DA SESSÃO: COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, SITA À RUA DOMINGOS DE SOUZA FRANÇA, Nº 720, CENTRO, CASSILÂNDIA-MS.

O EDITAL E SEUS ANEXOS, ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS AOS INTERESSADOS GRATUITAMENTE NO SITE WWW.CASSILANDIA.MS.GOV.BR.

CASSILÂNDIA–MS, 09 DE MARÇO DE 2020.

COORDENADORIA DE LICITAÇÕES.

Cassilândia: Papai Noel estará hojeàs 19h na Praça São José

A Prefeitura Municipal de Cassilândia está promovendo algumas festividades para marcar este período de Natal, dentre elas a presença do Papai Noel na Praça São José, nesta sexta-feira, 13 de dezembro, a partir das 19h MS.

Estará participando também a Banda Musical Tancredo de Almeida Neves, de Cassilândia, além de brinquedos e brincadeiras para as crianças.

Compareça e leve a garotada.


Papai Noel / Imagem ilustrativa

Justiça Federal recebe denúncia contra prefeito e ex-prefeito por desvio de merenda

Gestão comprou mais de 200 toneladas de farinha para serem consumidas em um ano e dois meses

A 1ª Vara Federal de Dourados recebeu denúncia do MPF-MS (Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul) contra o ex-prefeito de Nova Alvorada do Sul, Juvenal de Assunção Neto, e o atual gestor, Arlei Barbosa (MDB), por desvio de merenda escolar que teria ocorrido nos anos de 2012 e 2013. A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça Federal desta terça-feira (12) e a ação de improbidade administrativa correrá sob o n. º 5001206-48.2018.4.03.6002.Leia Mais

Governo deve lançar consulta pública sobre inteligência artificial

Objetivo é colher opiniões de pesquisadores, cidadãos e empresários

O governo federal deve lançar até o fim do ano consulta pública com uma proposta de estratégia nacional de inteligência artificial. O objetivo é colher opiniões e considerações de pesquisadores, cidadãos, empresários e gestores públicos sobre quais políticas públicas devem ser adotadas pelo Estado para fomentar o uso dessa tecnologia no país.

A estratégia está em elaboração pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com auxílio de uma consultora contratada, a professora de Ciência da Computação Rosa Maria Viccari, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Leia Mais

Mãe é suspeita de tentar asfixiar filha logo após o parto

Reprodução/Conselho Tutelar

Delegada responsável pelo caso, Caroline Borges, investiga se a mulher tem algum problema psiquiátrico

Uma mulher de 32 anos é suspeita de tentar matar a filha logo após o parto, em Goiânia. Segundo o Conselho Tutelar, a mãe disse que arrastou a recém-nascida do banheiro para o quarto pelo cordão umbilical, e, em seguida, tentou asfixiá-la.

A vítima nasceu em casa, na última terça-feira (16). De acordo com o conselheiro tutelar Valdivino Silveira, a mulher percebeu que não tinha conseguido matar a filha e pediu ajuda a uma vizinha, que conseguiu levá-las para uma maternidade.Leia Mais

Jovem vai parar em hospital após ser estuprada por ex-namorado de 17 anos

Um adolescente de 17 anos foi apreendido em flagrante nesta quarta-feira (26) por estuprar a ex-namorada, em Água Clara, distante 198 quilômetros de Campo Grande. O suspeito foi localizado após a Polícia Civil receber ligação do hospital da cidade informando que havia dado entrada vítima de 19 anos com diversas lesões, denunciando a situação.Leia Mais

Homem ameaça esposa com facão após suspeitar de traição com motorista de aplicativo

Suspeito acabou preso por ameaça

Um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso após ameaçar a esposa com um facão nesta quarta-feira (5) por suspeitar de uma traição. O caso aconteceu na cidade de Corumbá – a 444 km de Campo Grande.

De acordo com as informações da Polícia Militar, o homem teria chegado em casa embriagado e começou a xingar a esposa. Ele acusava a mulher de ter um caso com motorista de aplicativo, porque ao olhar o celular dela, viu o número do motorista.

Após isso, o suspeito começou a fazer ameaças para a mulher e a filha com um facão. A Polícia Militar foi acionada e deu voz de prisão ao homem, que foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. O facão de aproximadamente 25 cm de lâmina foi apreendido. Midiamax

Cassilândia: Dupla é presa por tráfico de drogas e corrupção de menor

Homens transportavam maconha e adolescente era passageira

Um borracheiro de 20 anos e um ajudante de funileiro, de 25, foram presos por tráfico de drogas de corrupção de menor, na manhã de hoje, na MS-377, entre Inocência e Água Clara. Uma adolescente de 17 anos foi apreendida.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMR), durante policiamento na rodovia, policiais visualizaram um Honda Civic e um Monza em alta velocidade. Equipe iniciou perseguição e alguns quilômetros a frente, o Civic foi abordado e policiais.Leia Mais

Prefeitura abre licitação para recapeamento asfáltico de ruas da cidade

Prefeitura abre licitação para recapeamento asfáltico de ruas da cidadeO MUNICÍPIO DE CASSILÂNDIA, ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, ATRAVÉS DE SEU COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, POR MEIO DO DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO, TORNA PÚBLICO, A REALIZAÇÃO DA LICITAÇÃO ABAIXO:

OBJETO: EXECUÇÃO DA OBRA DE RECAPEAMENTO ASFÁLTICO EM DIVERSAS RUAS DO MUNICÍPIO DE CASSILÂNDIA-MS, EM ATENDIMENTO AO CONTRATO DE REPASSE Nº 866043/2019/M.CIDADES/CAIXA, CONFORME ESPECIFICAÇÕES CONSTANTES NO PROJETO BÁSICO (ANEXO VI).
TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2019.
PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 252/2019.
ABERTURA DA SESSÃO: ÀS 08H00 DO DIA 21/05/2019, (HORÁRIO MS).
ENDEREÇO DA ABERTURA DA SESSÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE CASSILÂNDIA-MS, COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, SITO À RUA DOMINGOS DE SOUZA FRANÇA, Nº 720.

O INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO E SEUS ANEXOS PODERÃO SER RETIRADOS NO COORDENADORIA DE LICITAÇÕES, NO ENDEREÇO SUPRACITADO, DE 2ª A 6ª FEIRA (DIAS ÚTEIS), DAS 7H00 ÀS 13H00, OU POR MEIO DO SÍTIO ELETRÔNICO DA PREFEITURA MUNICIPAL, ATRAVÉS DO ENDEREÇO ELETRÔNICO, WWW.CASSILANDIA.MS.GOV.BR.

Cassilândia-MS, 02 de Maio de 2019.

EDSON DO CARMO HORÁCIO
COORDENADOR DE LICITAÇÕES

Trio é preso pela PRF na BR-463 com dois caminhões roubados

Policiais durante as revistas aos suspeitos presos. (Foto: Divulgação/PRF)

Veículos foram roubados em Três Lagoas e Camapuã e estavam sendo levados para o Paraguai.

Dois caminhos roubados foram recuperados e três suspeitos presos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), durante a noite desta quinta-feira (16) no quilômetros 68 da BR-463 em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande.

No primeiro caminhão abordado, um modelo Mercedes Benz com placas de Meridiano/SP, estava o motorista, de 20 anos, e o passageiro de 18. Durantes as checagens os agentes constataram que o caminhão havia sido roubado no mesmo dia em Três Lagoas.Leia Mais

Ciclista é atropelada, tem pernas e braços esmagados por caminhão

Mulher teve braços e pernas esmagados

Uma ciclista, ainda não identificada, foi atropelada na tarde desta sexta-feira (10) por um caminhão. O acidente aconteceu na cidade de Dourados, distante cerca de 225 km de Campo Grande.

De acordo com as informações da polícia, a mulher atravessava a MS-156, no Jardim Guaicurus, quando foi atingida por um caminhão caçamba. Ela teve braços e pernas esmagados.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Hospital da Vida, em estado gravíssimo, conforme o site Dourados News.

Esse é o segundo acidente ocorrido na mesma região nesta sexta. Pela manhã, um caminhão acabou tendo a carga de paletes esparramada pela BR-163 no trevo do DOF (Departamento de Operações de Fronteira)Midiamax

Sobre porte de armas, Reinaldo defende que presidente está cumprindo promessa de campanha

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) garante que não será um beneficiário do decreto de lei editado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), na última quarta-feira (8), que facilita o porte de armas.

Reinaldo conta que já possui uma arma em casa há três anos e não pretende adquirir outras armas.

Para Azambuja, a atitude do presidente é só o cumprimento das promessas feitas durante a campanha.

“O Bolsonaro está cumprindo o que falou na campanha, Eu já tenho uma arma com porte, não necessariamente preciso, eu já tinha sido autorizado pela Policia Federal, tenho arma, ao governador não será necessário utilizar o decreto”.Leia Mais

Cassilândia: Governo do Estado e Prefeitura Municipal vão construir ponte de concreto na Vila Izanópolis

O prefeito Jair Boni (PSDB) confirmou ao Cassilândia Urgente na manhã desta quinta-feira, 9 de maio, que a cidade irá ganhar mais uma ponte de concreto sobre o córrego do Cedro, na Rua Sebastião da Silva Lata, Vila Izanópolis.

Não há ainda previsão do início da obra, que foi uma solicitação feita pelo prefeito ao governador.

No local há uma ponte de madeira e a solução é uma ponte de concreto para oferecer maior segurança aos condutores de veículos.

Ponte de madeira na Vila Izanópolis

Mulher é presa em MS por fingir sequestro para escapar de ‘cobrança da família’

Depois de forjar o próprio sequestro em Maracaju – a 160 quilômetros de Campo Grande – uma mulher de 36 anos foi descoberta pela polícia. Ela foi encontrada dopada em um posto de combustível. O caso só foi divulgado nesta sexta-feira (22).

O falso sequestro teria acontecido, no último domingo (17), quando a mulher desapareceu e depois mandou mensagens para a família afirmando que havia sido sequestrada e que seria assassinada por vingança.Leia Mais

Homem é esfaqueado por passar na frente da casa de desafeto

Um homem de 33 anos acionou a Polícia Militar após ser esfaqueado na tarde de ontem (17), na frente de uma residência no bairro Bosque Santa Mônica II, em Campo Grande. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a vítima foi encaminhada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Santa Mônica e disse que foi golpeada por um desafeto, identificado apenas pelo nome de Renan.

Ele contou aos policiais que passou na frente da casa do rapaz, mas não sabia que o mesmo residia naquele local. Após ser esfaqueado, o homem saiu correndo e pediu ajuda de um vizinho, que fez contato com sua genitora.

A mulher foi até o local e levou o filho para a unidade de saúde. A Polícia realizou rondas na região, mas o suspeito não foi localizado. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.  Top Mídia News