Viúva de Chorão lança livro sobre sucesso e decadência do cantor

A obra descreve detalhes da personalidade de Chorão, que, se por um lado recebeu o apelido pela fama de ser emotivo, por outro era conhecido pelo temperamento forte. O livro também conta as brigas entre os integrantes da banda e da relação intensa de Chorão com o baixista Champignon, que se matou seis meses após a morte do vocalista do grupo por overdose de cocaína.

O casal se conheceu em Santos e se aproximaram pela música, ponto de convergência entre seus dois mundos: o dele, do skate e da rua, e o dela, mais refinado, com gosto pela moda e pelo estudo. Mesmo assim, nunca se mostrava pronto para ser pai, assunto que virou tabu depois que Grazi sofreu um aborto espontâneo do primeiro filho do casal.

A estilista ainda detalha como a dependência química deixou o vocalista paranoico, com surtos constantes. A pressão da fama não poupou Chorão, que se lançou ao álcool e às drogas como forma de se refugiar em seu próprio mundo.

“Queria mostrar que minha vida com ele era mais do que aqueles últimos anos. Só recebi coisa boa por ter aberto essa janela aos fãs”, diz Grazi. Midiamax

 

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *