Justiça mantém prisão de bancária suspeita de fazer sexo oral em garoto

A Justiça decidiu manter a prisão da bancária de 46 anos flagrada fazendo sexo oral em um garoto de 13 anos, dentro de um carro de luxo, no Morro do Moreno, em Vila Velha. O caso aconteceu na noite de sábado (17). A mulher vai responder por estupro de vulnerável e pode pegar de 8 a 14 anos de prisão.

Segundo a Secretaria de Justiça do Espírito Santo (Sejus), a bancária passou por audiência de custódia neste domingo (18), por ordem da Justiça. Agora, ela ficará presa no Centro Prisional Feminino de Cariacica.

Segundo a polícia, a mulher disse que chamou o menino, que é guardador de carro, para “namorar”. Ele estava em um estacionamento, na praia, quando foi abordado. O garoto estava acompanhado de uma menina, que também foi convidada pela bancária para sair, mas recusou.

Em seguida, o menino e a bancária foram para o Morro do Moreno, em Vila Velha. O local tem videomonitoramento e a movimentação suspeita chamou atenção da polícia.

O soldado Everaldo Arvatti fez o flagrante após observar o videomonitoramento. “O carro parou no Morro do Moreno e ninguém saltou. Como o local tem histórico de latrocínios, fui lá ver. Quando cheguei, os dois estavam nus dentro do carro. O menino começou a chorar. A senhora alegou que estava errada e que iria pagar pelos erros dela”, disse o policial.

O menino passou por exame de corpo de delito e foi entregue para a família. G1

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta