Professora machuca braço de criança que não queria tomar banho

Uma professora de um Centro Educacional Infantil (Ceinf) de Campo Grande machucou o braço de uma criança, de 3 anos de idade, porque o menino não queria tomar banho. A equipe de reportagem do Capital News recebeu a denúncia após a publicação de uma matéria sobre o caso de uma professora que tentou estrangular os alunos durante o banho.

De acordo com informações recebidas, a mãe foi chamada pela diretora do Ceinf. A diretora afirmou que o menino não queria tomar banho, se recusava a almoçar e teria tentado bater na professora. Ainda na sala da diretora, a mãe notou o machucado no braço do filho. A diretora disse que a criança “estava se batendo”.

Ao chegar em casa, o menino contou para a mãe que não queria tomar banho e que por isso a professora teria tentado “arrancar o braço” dele. “Depois disso, meu filho começou a ficar com um comportamento estranho. Ele sempre foi uma criança doce, mas desde que foi maltratado no Ceinf está agressivo e não quer ir à escola”, explica a mãe.

A diretora procurou a mãe para saber porque a criança não estava indo ao Centro Educacional e marcou de atendê-la pessoalmente. Entretanto, quando a mãe foi à escola, a diretora disse estar ocupada e não a atendeu.

Preocupada em se tratar do mesmo caso da professora que tentou estrangular três crianças durante o banho, a mãe procurou a redação do Capital News. “Meu filho tem três anos e é muito esperto, fala bastante. Mas imagino os pequenos, que não falam nada. Se também são maltratados ninguém vai saber”, comentou a mãe do menino.

A equipe de reportagem do Capital News procurou a Secretaria Municipal de Educação (Semed), responsável pelas unidades de Centro Educacional Infantil (Ceinf) em Campo Grande. Até a publicação desta matéria, não tivemos resposta. Capital news

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta