Carga de cigarro contrabandeado que levou à prisão de PMs vale R$ 1 milhão

Em torno de R$ de 1 milhão é o valor de mercado da carga de cigarros que foi pivô da prisão de dois policiais militares de Mato Grosso do Sul sob suspeita de cobrar propina de R$ 150 mil. O sargento Alex Duarte de Aguir, de 38 anos, e o cabo Rafael cabo Rafael Marques da Costa, 28 anos, estão com a prisão preventiva decretada, pelo crime de corrupção passiva. Outros policiais também podem estar envolvidos.

A reportagem do Campo Grande News apurou que havia cerca de 500 caixas de cigarro paraguaio no caminhão-baú apreendido, que chegou a ficar retido pelos policiais militares, segundo o auto de prisão. Os produtos são das marcas Eight e Gift. Introdução dessa mercadoria no Brasil é crime, mas há décadas a chamada Máfia do Cigarro distribui produtos irregulares, vendidos abertamente.

Cada uma das cerca de 500 caixas tem 50 pacotes, cada um com 500 carteiras de cigarro. Isso que dizer que são 250 mil maços. Nas ruas, a carteira é vendida em torno de R$ 4, totalizando o R$ 1 milhão de avaliação. Campo Grande News

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta