Cassilândia: ‘O sistema de saúde municipal melhorou muito’, afirma o secretário Arthur Barbosa

Arthur Barbosa, secretário de Saúde de Cassilândia

O secretário municipal de Saúde de Cassilândia, Arthur Barbosa de Souza Filho, de 47 anos, recebeu a reportagem do Cassilândia Urgente hoje, segunda-feira, 16, às 10h, em sua sala na Secretaria de Saúde, e falou sobre a realidade da saúde pública de Cassilândia. Ele é servidor municipal concursado desde 1989.

“Quando assumimos a Secretaria, encontramos um sistema precário, com postos de saúde sem médicos, frota sucateada e filas enormes no atendimento à população”, afirmou ele, lembrando que “os ESFs estavam sem médico e hoje as sete unidades estão com equipes completas, funcionando com médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas no Imperatriz, Central, Vila Pernambuco, Jardim Campo Grande, Laranjeiras, Vila Izanópolis e Posto Rural da Izanópolis”.

Leia a entrevista completa.

Ele citou que um ônibus estava quebrado havia dois anos na cidade paulista de Votuporanga, passou por manutenção e hoje atende aos mais carentes. “Adquirimos uma ambulância zero quilômetro e estamos aguardando a sua chegada, o que deverá ocorrer entre 15 e 20 de novembro que vem”, disse, acrescentando que foi adquirido também um veículos zero quilômetro Etio para os trabalhos de atenção básica de saúde.

Arthur disse que foi ampliada a oferta de exames laboratoriais; se antes havia espera de 60 dias, hoje o serviço foi normalizado e acabou aquela fila enorme da demanda.

“Nós melhoramos também a qualidade das viagens, pois antes os pacientes viajavam em vans e havia muita reclamação, mas atualmente estamos fazendo cerca de 15 viagens por semana para levar pacientes a Três Lagoas, Paranaíba, Jales, Rio Preto, Barretos e Campo Grande em ônibus mais confortáveis”, pontuou.

Sobre o ultrassom, Arthur Barbosa disse que “mudamos o aparelho que funcionava na Santa Casa e o trouxemos para a Secretaria Municipal da Saúde e, dessa forma, o preço cobrado por cada exame caiu de R$ 120,00 para apenas R$ 60,00, que é o custo do profissional que faz o exame”. Ele disse também que atualmente são feitos exames de tireóide, próstata, bolsa escrotal, articulações e outros.

“Hoje a mamãe pode saber o sexo do bebê dentro do período certo de gravidez e este era um antigo anseio que estamos atendendo na Secretaria de Saúde por meio do ultrassom”, acrescentou Barbosa.

Uma outra conquista é o aparelho de raio X digital, que poderá chegar em breve graças a uma emenda parlamentar do deputado federal Geraldo Rezende, cujo processo encontra-se em andamento em Brasília.

Arthur Barbosa citou também como melhorias no sistema de saúde pública em Cassilândia o credenciamento do médico neurologista Dr. Francisco, o atendimento de psiquiatria que beneficia 100 pacientes mês, representando uma economia para o município, pois antes o atendimento era feito em Costa Rica ao custo de R$ 150,00 fora as despesas de viagem e hoje fica por R$ 60,00, há um estudo para o lançamento de uma campanha contra a catarata para a realização de cirurgias.

Outras conquistas lembradas pelo secretário municipal de Saúde em Cassilândia:

  • Reforma do CEO – Centro de Especialidades Odontológicas, que funciona junto ao Postão;
  • Reforma do ESF do Laranjeiras;
  • Reforma da Academia Lucas Adriano da Silva;
  • Realização do Arraial da Saúde na Academia Lucas Adriano da Silva;
  • Promoção do Ação Saúde no Seringal com 90 antendimentos.

Arthur Barbosa afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde irá realizar no dia 27 de outubro a Campanha de Prevenção do Câncer de Mama como parte do Outubro Rosa, com participação da equipe Onça Pintada, do deputado Paulo Correia, na Praça São José, no período da tarde.

Sobre as casas de apoio, Arthur Barbosa disse que estão funcionando as casas de Barretos e Campo Grande, lembrando que a casa de apoio de Rio Preto não está aberta porque ainda não foi possível celebrar convênio com o Hospital de Base daquela cidade. Da Reportagem Local e Redação

Compartilhe:
Posted in Noticias.

Deixe uma resposta