Brasil mandará 350 atletas para os Jogos Mundiais Militares

Ministro da Defesa encontra militares atletas que competirão em mundial militar.

Ministro da Defesa encontra militares atletas que competirão em mundial militar. – Alexandre Manfrim/ Ministério da Defesa

A delegação brasileira que vai participar dos Jogos Mundiais Militares, em Wuhan, na China, se despediu hoje (11) do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, em uma cerimônia na Universidade da Força Aérea, na zona oeste do Rio de Janeiro. O Brasil será representado por 350 atletas das três forças e de forças auxiliares, como policiais militares e bombeiros.

Os Jogos Mundiais Militares estão na sétima edição e a meta do Brasil é ficar entre as três melhores delegações. A competição será realizada entre 18 e 27 de outubro e terá disputa de medalhas em 29 modalidades.

Quando o Brasil sediou a quinta edição dos jogos, em 2011, ficou em primeiro lugar na competição. Quatro anos depois, na Coreia do Sul, a delegação brasileira ficou em segundo lugar. Os russos ficaram em primeiro lugar, e os chineses, em terceiro.

Integrante da organização dos jogos do Brasil, o ministro da defesa ressaltou que o desenvolvimento do esporte militar contribuiu para o crescimento esportivo do Brasil.

Ministro da Defesa encontra militares atletas que competirão em mundial militar.

Ministro da Defesa encontra militares atletas que competirão em mundial militar. – Alexandre Manfrim/ Ministério da Defesa

“É uma contribuição que as Forças Armadas dão ao desporto no Brasil”, afirmou. “Em 2011, eu era um dos participantes, e a expectativa era que [o Brasil] ficasse entre os 10 primeiros, e ficamos em primeiro. Isso despertou o mundo e as grandes potências a se preocuparem com a performance do Brasil”.

Darlan Romani, do arremesso de peso, é uma das promessas de medalha para o Brasil. O catarinense ficou em quarto lugar no Campeonato Mundial de Atletismo, realizado no início deste mês em Doha, no Catar.

“É mais uma competição em que a gente vai encarar grandes atletas do mundo. Atletas que participaram do Mundial e têm índice olímpico também estarão presentes nessa edição dos jogos. Mais uma vez estaremos nos enfrentando e vendo o nível da competição”, disse ele.

Classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que serão disputados no ano que vem, ele ressalta ainda que a competição permite aprimoramentos inclusive no modo de se preparar e se concentrar para as provas. “Tudo isso você vai aprendendo em cada competição”.Agência Brasil

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *