Homem faz mulher de refém em Rio Verde e transmite ao vivo pelo Facebook

Na transmissão, o homem imobiliza a moça por trás enquanto aponta a arma para a cabeça dela e faz exigências.

Uma live (transmissão de vídeo feita ao vivo) feita no Facebook causou choque em dezenas de usuários na noite desta segunda-feira (8/4). Um homem portando uma arma de fogo fez uma mulher de refém e transmitiu todos os momentos de terror e ameaça pela rede social. Na transmissão, o homem imobiliza a moça por trás enquanto aponta a arma para a cabeça dela e faz exigências.

A reportagem do Dia Online teve acesso ao vídeo feito por pessoas que filmaram a tela do celular enquanto assistiam o crime. A transmissão foi feita por volta das 21h30 a partir do perfil de Herlandia Rodrigues, em Rio Verde, mas ainda não é possível concluir que é ela a mulher no vídeo.

Enquanto aponta a arma para a cabeça da moça e transmite tudo ao vivo pelo Facebook, o homem, usando boné e com uma tatuagem na bochecha, faz exigência e gritas que não quer matar ninguém mas quer ver sua mãe. ” Cadê minha mãe?? Cadê minha mãe??”, repete.

Já a moça no vídeo se mostra visivelmente desesperada, enquanto tenta, em vão, se soltar do homem.

A reportagem do Dia Online segue tentando encontrar, com exclusividade, mais detalhes sobre o crime – assim como o atual estado da moça e o desfecho da situação em que ela é mantida refém. A reportagem também tenta contato com Herlandia Rodrigues.

Esta matéria logo deve ser atualizada.

Transmissão ao vivo pelo Facebook de homem fazendo mulher de refém, em Rio Verde, contou com dezenas de pessoas assistindo

A transmissão feita ao vivo pelo Facebook que mostra o homem fazendo a moça de refém, em Rio Verde, teve várias visualizações. No vídeo recebido pela reportagem do Dia Online, é possível ver no canto da tela do celular filmado quase 80 pessoas acompanhando o sofrimento da moça. R7

Veja abaixo os vídeos recebidos pela nossa reportagem:

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *