Relacionamento entre homem assassinado e sobrinho era excelente, diz família

Tio foi assassinado com três tiros na cabeça

Familiares de Oswaldo Foglia Júnior, de 43 anos, que foi morto com três tiros na cabeça, na noite desta terça-feira (16), no Jardim São Lourenço, em Campo Grande, afirmaram para o Jornal Midiamax que o relacionamento entre os dois era excelente.

Segundo um dos familiares, que não quis se identificar, tio e sobrinho tinham uma relação muito boa, próxima, apesar de Oswaldo ter um temperamento difícil, ser ‘esquentado’.

Ainda segundo informações, o sobrinho está muito abalado porque não acredita ter assassinado o tio, e que só fez os disparos em um momento de desespero, já que pensou que Oswaldo iria mata-lo depois das ameaças feitas por causa de uma dívida, que ainda não se sabe o valor exato.

O advogado do suspeito disse que seu cliente será apresentado nesta quinta-feira (18) devido a alguns contratempos, e não mais nesta quarta (17), como dito anteriormente. O advogado ainda contou que Oswaldo seria agiota, mas que ainda não sabe se a dívida seria de negócios entre os dois ou de dinheiro emprestado a juros.

O suspeito teria dito ao advogado que estava sendo ameaçado há dois meses pelo tio por causa da dívida, e que nesta terça (16) Oswaldo teria ido atrás dele por diversas vezes fazendo ameaças de matar toda a sua família caso não recebesse.

No momento do assassinato, Oswaldo teria ido até a conveniência e teria dito ao sobrinho que estava com um facão no carro e que iria matá-lo. Momento em que armado com uma pistola o autor atirou por três vezes contra o agiota que morreu no local.

Midiamax

 

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *