Cassilândia: Morre o jornalista Dalmo Saucedo Curcio aos 56 anos

O jornalista Dalmo Saucedo Curcio, de 56 anos, nascido no 27 de maio de 1963, em Santo André, Estado de São Paulo, e diretor do Cassilândia Jornal morreu agora há cerca de meia hora, por volta das 10h30 BR, na sede da empresa jornalística, aqui em Cassilândia.

De acordo com informações de seu sócio Zildo Vieira, o corpo foi encontrado na área do imóvel ainda com sinais vitais ao ser avaliado preliminarmente o pulso. E Zildo Vieira explica como foi esta manhã de sexta-feira: “Hoje pela manhã nós dois íamos fazer uma cerca em um terreno ao lado do escritório, onde está a sede o Jornal. Ele pediu para buscar o Tuíca para nos ajudar. Fui e ao retornar outra pessoa que estava lá veio ao meu encontro e disse que o Dalmo tinha caído no local e reclamava de dor no peito. A ambulância foi chamada, chegou de imediato. Foi levado para a Santa Casa, onde foi constato o óbito.” 

A ambulância foi chamada de imediado e Dalmo Curcio já chegou sem vida à Santa Casa de Misericórdia de Cassilândia.

Ele era filho de Orlando Curcio, do Chaveiro Cassilândia, e de Helena Saucedo Curcio. E deixa dois irmãos: Elias e Priscila Curcio.

Dalmo Curcio começou a trabalhar no Cassilândia Jornal por volta de 1980 com Wanderleiy de Carvalho e adquiriu as cotas da empresa ao lado de Zildo Vieira e Élio de Castro Paulino, mantendo até hoje o jornal em circulação em Cassilândia e diversos municípios de Mato Grosso do Sul.

Além de jornalista, Dalmo Curcio era um dos melhores repórteres fotográficos do Estado, o que lhe rendeu publicações na grande Imprensa e reconhecimento com várias homenagens.

Um sonho de Dalmo era a criação de um museu em Cassilândia, pois ao longo da vida juntou muitas relíquias como móveis, fotografias antigas e objetos diversos.

Voltaremos a informar sobre velório e sepultamento.

Algumas fotos de Dalmo Curcio.

Dalmo Curcio em atividade diária: comunicar
Dalmo, Elias e Priscila
Dalmo Saucedo Curcio
Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *