Cassilândia: Homem de 53 anos é assassinado com facada no peito desferida por travesti

De acordo com informações que chegaram à redação, foi assassinado hoje, sábado, 8 de junho, em Cassilândia, aos 53 anos de idade, Antônio Valdenir Alves, chamado de Vozinho e Toxô, por volta das 11h, com uma facada no peito, supostamente por sua convivente de pré-nome “Samila”, de 26 anos.

Há informação de que o casal brigava muito e houve discussão ontem e hoje cedo quando o acusado desferiu o golpe certeiro e mortal em Vozinho.

O crime aconteceu na Rua Ademar Pereira de Camargo, no cruzamento com a Rua Pedro Pereira de Almeida,  perto do presídio, na Vila Pernambuco.

Comunicada, a Polícia Militar esteve no local e encontrou a vítima caída no fundo da residência, fazendo o socorro até a Santa Casa de Misericória, sendo constatado o óbito a caminho.

A polícia encontrou a faca usada no crime dentro de balde e a suposta assassina foi presa logo após em rápida ação.

O acusado do crime afirmou à polícia que havia sido agredida e desferiu o golpe de faca para se defender.

Vozinho nasceu em Cassilândia, era aposentado depois de trabalhar como autônomo em serviços rurais, e deixa irmãos, sobrinhos, tios e familiares.

O corpo chegou agora há pouco, por volta das 21h, e está sendo velado na Casa de Velório Municipal  Maurita Barbosa de Queiroz. O sepultamento será amanhã, às 10h, no Cemitério Municipal Waldomiro Pontes, em Cassilândia. Da redação e reportagem do Cassilândia Urgente

Antônio Valdenir Alves, chamado de Vozinho e Toxô
Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *