STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus

STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus - Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Em decisão tomada nesta sexta-feira, 8, o ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de liminar da defesa de João de Deus para que fosse transferido à prisão domiciliar.

Preso desde 16 de dezembro, o médium responde a denúncias de abuso sexual de mulheres que o procuraram para tratamento espiritual. A defesa de João de Deus alega no pedido que o preso é idoso, portador de doença vascular grave e que já passou mal na prisão. Em outras ocasiões, os defensores também argumentaram que não haveria perda para a sociedade em manter João de Deus em casa.

O STJ havia pedido informações sobre a situação de saúde do preso para então tomar a decisão. A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que enviou o laudo à Justiça também nesta sexta-feira.

Apesar das informações sobre o estado de saúde do médium, o ministro decidiu esperar a chegada de “outros esclarecimentos” para, então, enviar o documento de volta ao Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) para emissão de novo parecer. A publicação da decisão de Nefi Cordeiro está prevista para terça-feira, 12. G1

 

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *