Projeto de lei indica que guardas municipais deverão usar bigodes em Cachoeirinha-RS

Sem bigode, nada de emprego…

Relendo esta manchete, fico imaginando que o RS pode parecer uma risadinha, quase uma claque das séries de comédia. “Projeto de lei indica que guardas municipais deverão usar bigodes em Cachoeirinha – RISOS”. Poderia, mas não é. Como a parte mais esclarecida de vocês percebeu – a enorme maioria -, Cachoeirinha é um município do Rio Grande do Sul. Por isso o RS.

Mas a parte menos esclarecida também tem razão, pois a obrigatoriedade de um bigode é risível. Apenas deveria lutar pela utilização do “hahaha”, porque “rs” é muito ambíguo. Nem pensem em “kkkk” (brinks).
O texto do projeto de lei que determina as regras do regimento disciplinar da Guarda Municipal de Cachoeirinha define o seguinte para os homens em seu artigo 4º, destinado à “padronização visual” dos agentes: “(…) usar cabelos curtos, suíças na altura da cartilagem de tragus, bigode e unhas aparadas”. Para tirar “suíças” da frente, são as costeletas. Para tirar a “cartilagem de tragus” da frente, é onde está este piercing.
Mas a guarda municipal de Cachoeirinha não pode usar piercing! Deixemos isso bem claro também: “Não é permitido qualquer uso de piercings e tatuagens expostas ao rosto.” Para as mulheres, podem apenas “cabelos curtos ou presos segundo estilo (coque)” e “brincos pequenos fixados na orelha e maquiagem leve”, informa o site O Repórter. Surrealista
Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta