Deputado condenado é preso em voo para Paraguai após PF ver risco de fuga

O deputado federal João Rodrigues

O deputado federal João Rodrigues (PSD) foi preso na manhã desta quinta-feira (8) no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, após o STF (Supremo Tribunal Federal) ter decidido pela sua prisão imediata.

Rodrigues estava em viagem pelos Estados Unidos e iria fazer um voo de Guarulhos para o Paraguai. Temendo risco de fuga do parlamentar, a Polícia Federal agiu em conjunto com a polícia paraguaia e norte-americana para deter o deputado.

O “temor” da fuga era alimentado pelo fato de que a execução de pena contra Rodrigues prescreveria nesta segunda-feira (12). Desde dezembro, a PGR (Procuradoria-Geral da República) pediu a prisão imediata do deputado, e o pedido foi aceito pelo STF nesta terça-feira (6).

Rodrigues publicou um vídeo negando que estivesse tentando fugir para o Paraguai em seu Facebook. “Mudamos a passagem para vir por Assunção. Porque mudamos? Porque eu queria evitar o constrangimento para minha família”, disse o parlamentar.

O deputado foi condenado a cinco anos e três meses de prisão em regime semiaberto por crimes da Lei de Responsabilidade Fiscal e de Licitações, quando ainda era prefeito de Pinhalzinho, em Santa Catarina.

João Rodrigues ficou conhecido nacionalmente em 2015 depois de ter sido flagrado assistindo a vídeos pornôs em seu celular em meio ao plenário da Câmara dos Deputados. Midiamax

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta