Três Lagoas: Suspeito de roubo e sequestro morre em troca de tiros com a polícia

Marcos Vinicius de Jesus Amorim, 21 anos, suspeito de roubar e sequestrar um empresário, morreu durante troca de tiros com a Polícia Militar, na madrugada de hoje, em Três Lagoas. Outras quatro pessoas envolvidas no sequestro foram presas.

De acordo com o boletim de ocorrência, empresário de 59 anos chegou na sua residência por voltra das 0h30, guardou a caminhonete S10 na garagem e, quando se deslocou até o portão para fechá-lo, foi surpreendido por dois criminosos armados.

Bandidos anunciaram o roubo e um deles derrubou, algemou e colocou a vítima dentro do carro, enquanto o outro assumiu a direção do veículo e dirigiu até às margens do rio Paraná, em região conhecida como Cascalheira.

Vítima e um dos suspeitos ficaram no local, enquanto o outro levou o carro, celular e aproximadamente R$ 3 mil em dinheiro roubados do empresário. Em determinado momento, vítima percebeu que o suspeito não estava por perto e correu até chegar em uma empresa que fica nas proximidades, onde pediu socorro.

Polícia Militar foi acionada e encontrou o homem com as mãos e pés algemados e com um cinto no pescoço.

Ele repassou as características dos suspeitos e, durante buscas, polícia encontrou um deles saindo de um pasto e deu voz de parada. Criminoso não obedeceu a ordem e efetuou disparos contra a equipe policial, que revidou e atingiu o rapaz na região torácica.

Amorim foi socorrido pela própria polícia e encaminhado até o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, mas não resistiu ao ferimento e morreu ao dar entrada na unidade.

Vítima reconheceu o suspeito como o criminoso que o amarrou. Com o rapaz foram encontrados e apreendidos um revólver calibre .38 e dois aparelhos celulares, sendo um deles o da vítima.

Durante registro do boletim de ocorrência, no aparelho celular do suspeito chegaram mensagens do outro criminoso, dizendo que já havia chegado ao destino com a caminhonete e que podia soltar a vítima. Também chegaram áudios de uma mulher, dizendo que o carro de apoio havia atolado e que ela ia pessoalmente buscá-lo na Cascalheira.

Diante das informações, polícia retornou ao local e encontrou quatro suspeitos, sendo dois homens e duas mulheres, que confessaram participação no crime. Na casa das mulheres polícia apreendeu munições de pistola .9 mm e 513 gramas de maconha. Quatro crianças que estavam na casa, filhos das suspeitas, foram recolhidos pelo Conselho Tutelar.

Todos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde caso foi registrado como sequestro, cárcere privado, associação criminosa, homicídio decorrente de intervenção policial, tentativa de homicídio, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, resistência, roubo, tráfico de drogas e abandono de incapaz. Correio do Estado

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta