Cassilândia Escreve Samuel Lopes: Doenças Judiciárias

Samuel Lopes é psicanalista e colabora com o Cassilândia Urgente

As doenças judiciárias são doenças relacionadas aos direitos humanos, enfrentadas no Poder Judiciário e a Psicanálise Forense é uma área de conhecimento na qual pesquisa e propõe ações sob a sua perspectiva em vista de colaborações ao meio.

Não é pouco sabido que o sistema Judiciário sofre inchaço de serviços pela alta demanda pelos seus usuários, acarretando aos servidores excesso e volume de trabalho além de sua capacidade e que, por vários motivos, desde incompetência, psicopatologias, deficiências estruturais e formais entre outros, contribui para a formação do fenômeno chamado de judicialização da vida.

A judicialização da vida, isto é, o abuso dos meios jurídicos com fins de promoção de justiça, faz com que a má utilização leve a burocratização da vida social. Como alternativa, se os usuários levassem conflitos do poder Judiciário ao foro íntimo, poderiam, às vezes, não resolver problemas, mas evitar muitos problemas tidos como necessários.

Os funcionários públicos do sistema, em nível técnico, poderiam operar o Direito com mecanismos menos críticos e mais controversos a fim de exercerem melhor as atividades funcionais da lei, a favor de um ativismo pró-judiciário no combate ao crime penal da estupidez.

Samuel Lopes

Se você tiver dúvidas ou quiser manter contato com o psicanalista e filósofo Samuel Lopes ou mesmo enviar sugestões, os contatos são: (67) 98120-4954
Skype: samuel_lopes
www.ipsicanalista.net

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , , .

Deixe uma resposta