Uma pessoa morre e três ficam feridas em grave acidente envolvendo carretas e carro

Acidente com carretas e carro deixa um morto em Echaporã (Foto: Jornal do Povo/Divulgação)

Foi totalmente liberado nesta sexta-feira (8) o trânsito na Rodovia Rachid Rayes (SP-333) entre Marília e Echaporã após um grave acidente envolvendo três carretas e um carro, que aconteceu no início da noite de quinta-feira (7). Uma pessoa morreu e outras três pessoas estão internadas no Hospital das Clínicas de Marília por causa dos ferimentos.

Os dois sentidos da rodovia ficaram totalmente interditados para atendimento das vítimas e a fila de veículos passou dos 10 km. O resgate das vítimas foi debaixo de chuva em um trecho de difícil acesso. Um trabalho de mais de 4 horas até retirar todos das ferragens.

Segundo informações da Polícia Rodoviária, duas carretas bateram de frente e uma terceira acabou as atingindo. Com o impacto, uma das carretas ficou com a cabine pendurada no barranco. A segunda teve a frente destruída e a terceira, que seguia no sentido Assis-Marília, não conseguiu desviar e atingindo as outras.

Um carro que seguia para Assis vinha logo atrás e também se envolveu no acidente. O motorista não conseguiu desviar e bateu na traseira de um dos caminhões. O trabalho dos bombeiros para resgatar as vítimas seguiu por toda a noite e início desta madrugada.

Um dos motoristas morreu no local e outro foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Eles viajavam juntos sentido Paranaguá (PR) carregados com soja. Já o terceiro ficou preso às ferragens e a equipe teve trabalho para fazer o resgate.

Cabine do caminhão ficou destruída após a colisão (Foto: Jornal do Povo/Divulgação)

A maior dificuldade foi porque ele ficou preso embaixo dos caminhões. O resgate seguiu embaixo de chuva e, a todo momento, os bombeiros tentavam desprender uma das cabines pra soltar o motorista. Ele precisou ser medicado ainda no local e até um guincho da concessionária ajudou, na tentativa de levantar um dos caminhões.

“O serviço foi bem difícil porque a gente não tinha acesso e qualquer ponto que a gente pegava sempre estava muito próximo do corpo dele, até que a gente conseguiu um apoio do guincho pra elevar o peso, diminuindo sobre o corpo dele e de trabalho de formiguinha, tirando soja, tirando as peças, abrindo aos poucos retirar as duas pernas dele que estavam retidas”, explica o tenente do Corpo de Bombeiros Leandro Corradi.

Depois de quase três horas, os bombeiros conseguiram retirá-lo. O motorista saiu consciente apesar dos machucados e, ainda no local, foi imobilizado até ser transferido para a UTI Móvel do Samu.

Bombeiros trabalharam por horas para retirar a vítima que ficou presa às ferragens no acidente entre carro e carretas em Echaporã (Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação)

“Ele ficou preso durante muito tempo, tem uma fratura no fêmur e isso pode acarretar problemas, mas por enquanto está estável”, afirmou o médico do Samu, André Luís Carácio.

As três vítimas – os motoristas de dois caminhões e o condutor do veículo – foram levadas para o Hospital das Clínicas, onde permanecem internados. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles. G1

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta