Três assaltos em poucas horas desafiam a polícia e mobilizam sociedade

Nesta quinta-feira, 05 de outubro, Chapadão do Sul vive mais uma experiência de falta de segurança nas ruas da cidade. Em poucas horas ocorreram três assaltos a mão armada, com um empresário ferido no peito por um tiro.

O primeiro foi noticiado na tarde. Durante expediente do comércio local, dois bandidos entraram em uma joalheria, no centro da cidade e cometeram o roubo. Na saída atiraram no proprietário do local.

Logo que anoiteceu, por volta das 19h10 renderam o segurança de um Supermercado, localizado na Avenida Goiás, Bairro Espatódia e cometeram mais um assalto. Desta vez levaram dinheiro de dois caixas. Antes porem, causaram um grande susto na clientela, que ainda estava no interior da loja. Um dos bandidos pegou uma garrafa de vinho, do carrinho de um cliente e a quebrou no suporte da máquina de cartão, no caixa. Houve correria e muito barulho. Uma hora após o ocorrido, o proprietário do local, muito nervoso e revoltado não soube se quer dizer se houve disparo de arma de fogo.

Em seguida, a menos de uma hora depois uma peixaria, localizada na Avenida Seis, esquina com a Praça 23 de outubro, no centro da cidade, outro assalto. Logo em seguida a Polícia Militar disse que não havia nenhum chamado ou reclamação deste terceiro assalto.

Segundo a Polícia Militar, aparentemente esta onde de assaltos está sendo executada por duas pessoas, usando uma moto furtada. Denúncias, mesmo que anônima pode ajudar na captura desses meliantes.

A sociedade em geral, principalmente os empresários estão revoltados com a falta de segurança na cidade e estão promovendo um manifesto público para chamar a atenção das autoridades municipais e do Estado. Todos pedem uma providência urgente para voltar a tranquilidade na cidade, que há muito tempo se perdeu.

A OAB de Chapadão do Sul declarou apoio a causa. Entidades e produtores também estão a frente deste movimento.

A Joalheria já foi assaltada três vezes, o mesmo número de roubo sofreu o supermercado da Avenida Goiás, que causam medo e revolta nos empresários que estão se unindo em torno da questão. Até o momento, a direção da ACE, Associação Comercial e Empresarial de Chapadão do Sul não se manifestou oficialmente. Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta