Homem que se matou após esfaquear esposa já havia feito ameaças

Tania Maria Marim, de 43 anos, esfaqueada diversas vezes pelo marido, Felício Medina, 47, na noite desta quinta (04), em uma fazenda, conhecida como “Cativi”, em Bela Vista, cidade a 322 quilômetros de Campo Grande, já havia registrado um boletim de ocorrência por ameaça de morte contra o marido em 2013. Em seguida, Felício se matou com uma facada no peito.

Conforme informações do delegado titular de Bela Vista, Diego de Queiroz Sátiro Cabral, não se sabe de fato se as agressões e ameaças eram constantes no relacionamento porque nenhuma testemunha foi ouvida ainda, no entanto, baseado no registro de ameaça de morte contra Felício, tudo leva a crer que os abusos e agressões já aconteciam há tempos. A mãe do autor foi intimida para ser ouvida na semana que vem.

O delegado informou ainda que as facas utilizadas na agressão a Tania e que levou a morte de Felício são diferentes. “A princípio ele pegou uma faca de cozinha e atacou ela, só que a lâmina dessa faca quebrou então ele pegou uma menor e deu uma facada em seu peito, do lado esquerdo”, detalhou.

Segundo vizinhos, Tania Maria Marim foi atingida principalmente nos braços, tórax e abdómen durante uma suposta discussão do casal. Familiares chegaram ao local depois da agressão e os levaram até o Hospital São Vicente de Paulo, no município. Um dos golpes acertou o pulmão da vítima que está internada com um dreno.

Já Felício chegou ao hospital já sem vida, conforme o BV News. Campo Grande News

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *