Chapadão do Sul: Mulher que assassinou mãe e padastro é presa

Polícia local informou que Cássia contou friamente detalhes do crime – Foto: Diário Corumbaense

Acusada de participar da execução da mãe e do padastro e depois enterrar os corpos na varanda de casa no município de Corumbá, Rita de Cássia Ledesma Ferreira, 23 anos, foi presa nesta segunda-feira (18), em Chapadão do Sul. Junto com ela estava o namorado, Diego Antonio da Silva, 25 anos, e a filha de três anos, hospedados em um hotel da cidade.

O crime aconteceu no mês de novembro, quando familiares de Marilene Ledesma Ferreira, 53 anos, e Paulo Mariano Pinto, 58 anos, registraram Boletim de Ocorrência (BO), por conta do desaparecimento do casal. Informações coletadas na época dão conta de que o casal de namorados empenhou pertences da casa, totalizando R$ 1,2 mil e permaneciam foragidos. 

As polícias Militar e Civil do município realizaram a prisão, depois de receberem denúncias da população que identificou o casal no supermercado. Segundo informações do site Chapadense News, os suspeitos se entregaram sem resistência  e admitiram que estavam escondidos há vários dias na cidade.

Quando o dinheiro obtido com a venda dos móveis acabou, a dupla conseguiu pagar a conta do hotel com o celular roubado do padrasto de Cássia.

Na revista feita no quarto foram encontrados os documentos das vítimas e a filha da acusada que foi entregue ao Conselho Tutelar. Conforme relato dos policiais, Cássia contou friamente os detalhes do crime e como vendeu os pertences das vítimas para fugir.

De acordo com informações do delegado titular do 1º Distrito Policial de Corumbá e responsável pelo caso, Pablo Farias, a dupla será indiciada por homicídio qualificado por motivo fútil, ocultação de cadáver e furto qualificado. Correio do Estado / Diário Corumbaense

 

Compartilhe:
Posted in Noticias and tagged , .

Deixe uma resposta